Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 7 de Maio de 2021

Policial

Mais quatro mulheres denunciam funcionário de hospital por abuso

Já em uma clínica particular, durante raio-x da coluna, o técnico trancou a porta e disse para a mulher tirar a roupa e se deitar.

Campo Grande News

09 de Janeiro de 2017 - 13:45

Na semana passada uma dona de casa de 41 anos, denunciou um técnico de radiologia do Hospital Regional Álvaro Fontoura, em Coxim, por tentativa de abuso sexual. Dias depois, outras quatro mulheres procuraram a DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) para falar do mesmo assunto.

Segundo informações do site edição de Notícias, a delegada responsável pelo caso, Silvia Elaine Girardi dos Santos relatou que uma mulher, também de 41 anos relatou à polícia que foi assediada duas vezes pelo técnico, sendo uma no Hospital Regional e outra em uma clínica particular.

A mulher contou que durante o procedimento no hospital, o funcionário pediu para ela tirar a roupa e quando ela questionou, o técnico teria repreendido, alegando que ele era  o especialista. Ainda segundo o relato, o técnico teria levado a mulher para a sala escura de revelação onde segurou seu braço e tentou agarrá-la, foi quando ela conseguiu se soltar e sair do local.

Já em uma clínica particular, durante raio-x da coluna, o técnico trancou a porta e disse para a mulher tirar a roupa e se deitar. A paciente disse que questionou, momento em que o técnico começou a esfregar o órgão genital nela. Ao tentar escapar, segundo relato, o acusado puxou seu short e deu um tapa em suas partes íntimas. A denunciante disse não ter relatado o fato antes por vergonha.

Outra mulher que procurou a DAM tem 37 anos e relatou que constantemente era assediada na rua pelo técnico, até que precisou realizar exame de raio-x no hospital e foi atacada. De acordo com ela, o funcionário mandou ela tirar a roupa e passou as mãos em seu corpo.

A Delegada explicou que além das três denúncias contra o funcionário do hospital, outras duas mulheres já ligaram na DAM informando que também foram vítimas do técnico e pretendem registrar boletim de ocorrência. De acordo com responsável pelo caso, foi instaurado procedimento de estupro de vulnerável sobre o caso da dona de casa e durante as investigações estão surgindo provas com outras vítimas.

Auditoria interna - A reportagem conversou com o assessor jurídico do Hospital Regional Álvaro Fontoura, Sebastião Paulo Miranda, que declarou que a instituição realiza procedimento interno para avaliar a situação e assim, tomar as medidas necessárias.

"Vamos verificar se há elementos para demissão do funcionário. A sindicância interna está conversando com colegas do técnico de radiologia e outras medidas também foram tomadas. Acreditamos que em até cinco dias a apuração será encerrada", comenta o advogado.