Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 27 de Janeiro de 2022

Policial

Marido que atirou em menina grávida diz que casal "brincava" com a arma

Ao contrário da sua versão, vizinhos disseram que houve uma discussão na casa e em seguida escutaram o disparo. “São frequentes as brigas”, comentou um vizinho.

Campo Grande News

15 de Outubro de 2013 - 09:00

Possível autor do disparo que atingiu a cabeça da esposa, uma adolescente de 16 anos que está grávida de dois meses, Jhon William Lima, 18 anos, havia acabado de se mudar para a casa no bairro Guanandi. Ele contou que o tiro foi acidental. Com ele, também foi apreendido pelo 10° BPM (Batalhão da Polícia Militar) o revólver de calibre 38 niquelado, com três munições intactas e uma deflagrada.

“Comprei a arma há um ano e paguei R$ 1,3 mil por ela, utilizando para minha defesa. Na época, era usuário de drogas. Mas estava na rua com ela, iria guardar a arma e fiquei brincando, não sabia que estava carregada. Fiquei desesperado, chamei o vizinho e utilizei o celular dele para acionar os bombeiros”, afirma o suspeito.

Ao contrário da sua versão, vizinhos disseram que houve uma discussão na casa e em seguida escutaram o disparo. “São frequentes as brigas”, comentou um vizinho. A jovem foi levada em estado grave para a Santa Casa, com a bala alojada na testa.

Com Jhon ainda foram encontrados R$ 300, dinheiro que ele disse ser proveniente do trabalho, porém a Polícia acredita que seja do comércio de drogas, já que as notas eram picadas. O suspeito, quando adolescente, possui um antecedente pelo uso de drogas.

Esse é o segundo crime passional registrado na Capital em menos de 24 horas. Ontem, Rhayssa Gabriella Robles Almeida Florêncio, 26 anos, matou o marido, Fernando Cardoso Nogueira, 34, com uma facada no peito. Ela o flagrou com a amante, Glaucia Iris dos Santos Costa, 24, e apanhou dos dois antes de matar o esposo. O crime aconteceu às 13h40 na Vila Carvalho.