Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 16 de Janeiro de 2021

Policial

Menina "estuprada por quatro" consentiu com ato 2 vezes, diz Polícia

Das pessoas ouvidas, duas são mulheres que presenciaram a cena, quatro são os principais suspeitos da Polícia e o outro qualificado como testemunha.

Campo Grande News

06 de Fevereiro de 2014 - 08:30

A Polícia Civil constatou a mentira da adolescente de 13 anos, que disse ter sido estuprada por quatro homens no Jardim Noroeste. Na verdade, segundo a polícia, ela consentiu com o ato sexual. Das sete testemunhas ouvidas na Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e o Adolescente), todas em separado, seis garantiram que a suposta vítima convidou os jovens para a prática, tanto na chácara quanto em uma residência no mesmo bairro.

Das pessoas ouvidas, duas são mulheres que presenciaram a cena, quatro são os principais suspeitos da Polícia e o outro qualificado como testemunha. A delegada Regina Márcia Rodrigues, responsável pelas investigações, aguarda ainda o depoimento de mais duas testemunhas.

“A prisão preventiva deles não será pedida enquanto não houver o depoimento dessas outras testemunhas. Porém, se seguirem a mesma linha dos outros, a delegada irá deixar o entendimento por parte do Judiciário. Mesmo assim, por conta da idade da adolescente, quatro que participaram da ação, serão indiciados por estupro de vulnerável”, afirma um dos investigadores.

Além do ato sexual, eles podem responder por ter oferecido bebida alcoólica para a adolescente. “Tivemos a confirmação de que ela ingeriu cerveja, além de vodca e energético. Uma das principais testemunhas ainda não descarta o uso de entorpecente, porém não encontramos vestígios, ao contrário da bebida”, comenta o investigador.

Crime – A menina de 13 anos procurou a Polícia Civil para denunciar que havia sido estuprada em uma festa. Ela disse que saiu de casa por volta das 17h do sábado (1º) quando se encontrou com amigos.

Após ser convidada para a festa, a menina consumiu drogas e álcool e em determinado momento foi levada para o banheiro por três rapazes. A amiga dela viu toda a cena. Um quarto homem também entrou no cômodo depois.

As duas meninas conseguiram fugir da festa, mas foram interceptadas pelos rapazes no meio do caminho. O grupo conseguiu alcançar a dupla e voltou a cometer novos estupros em uma casa do mesmo bairro.