Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 7 de Maio de 2021

Policial

Morre homem que atirou na própria cabeça depois de matar amiga a facadas

Ele estava internado na Santa Casa, em Campo Grande, desde às 6h09 da última terça-feira (22).

Correio do Estado

25 de Novembro de 2016 - 14:13

Morreu ontem, às 13h30, Rodrigo Lisboa, 31 anos, que atirou em sua cabeça depois de matar a facadas a amiga Shirley Alves, de 32 anos, em Costa Rica. Ele estava internado na Santa Casa, em Campo Grande, desde às 6h09 da última terça-feira (22).

Conforme assessoria de comunicação da unidade hospitalar, Rodrigo teve morte encefálica.

CASO

Shirley foi assassinada com facadas no peito e no rosto, na segunda-feira à noite, pelo amigo Rodrigo, que tentou se matar diante da chegada da polícia. Homicídio aconteceu na casa da vítima, na Rua Tulipa, Bairro Flor do Campo, em Costa Rica.

Conforme divulgado pelo site MS Todo Dia, delegado da cidade, Alexandro Mendes Araújo, relatou que Rodrigo e Shirley eram amigos, mas o homem era apaixonado por ela e queria manter um relacionamento. Diante da negativa da mulher, ele então a matou a facadas e depois atirou na própria cabeça.

Equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada, mas quando chegou no local, Shirley, que foi esfaqueada no lado esquerdo do peito e no rosto, não apresentava mais sinais de vida.

Polícia então montou força-tarefa para encontrar o autor do crime, que foi localizado na residência de seu tio, na Rua José Ferreira da Costa. Agentes cercaram o imóvel, ocasião em que Rodrigo utilizou uma garrucha calibre .22 para efetuar um disparo contra sua cabeça.

Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para a Fundação Hospitalar. Em razão da gravidade, Rodrigo foi transferido para a Santa Casa, em Campo Grande, mas não resistiu ao ferimento.