Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 24 de Novembro de 2020

Policial

Mulher tenta entrar em presídio de MS com celular escondido em tala

Suspeita chamou atenção ao se recusar a remover as faixas do braço. Aparelho estava sem chip e sem cartão de memória

G1 MS

11 de Agosto de 2014 - 07:33

Uma mulher de 32 anos foi presa, na manhã de domingo (10), ao tentar entrar com um aparelho celular escondido dentro de uma tala no braço no presídio de segurança máxima em Campo Grande. Conforme o boletim de ocorrência, o caso foi descoberto durante revista para a visita de presos.

O agente penitenciário responsável pelo procedimento desconfiou quando a suspeita se recusou a remover as faixas. Ele ameaçou chamar a Polícia Militar e a mulher retirou o aparelho do braço imobilizado. O telefone não tinha chip e cartão de memória.

Diante disso, o caso foi registrado como “favorecimento real, quando ingressar, promover, intermediar, auxiliar ou facilitar a entrada de aparelho telefônico de comunicação móvel, de rádio ou similar” na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro.