Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 13 de Agosto de 2022

Policial

Operação desmonta esquema do PCC em quatro estados; chefe era de MS

Duas advogadas são investigadas por promover a troca de informações entre os membros da facção.

Correio do Estado

09 de Outubro de 2015 - 13:41

Megaoperação da Polícia Civil realizada nesta sexta-feira (9) nos estados de
Mato Grosso do Sul, São Paulo, Tocantis e Goiás quer desarticular facção criminosa que atuava dentro da Penitenciária do Distrito Federal (PDF) e em cadeias de cidades do entorno de Brasília. Dos 49 mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça, 41 foram cumpridos até agora. Duas advogadas são investigadas por promover a troca de informações entre os membros da facção.

De acordo com a Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Deco), que comanda as investigações, os envolvidos se comunicavam por meio de cartas no Distrito Federal e de celulares nos outros estados. Eles atuavam principalmente com tráfico de drogas, extorsões e roubos, e integram uma das células do Primeiro Comando da Capital (PCC) paulista, que tentava se articular em Brasília.

Conforme as informações do delegado Luiz Henrique Sampaio, o chefe do grupo era Genilson Vieira Penaforte, mais conhecido como Tony, que coordenava as ações de dentro de um presídio em Campo Grande.

"Era ele quem comandava e decidia tudo o que seria feito. Os integrantes se comunicavam com ele pelo celular e a partir daí planejavam os próximos passos", afirmou. As investigações começaram em janeiro e, com os mandados expedidos hoje, passa de 60 o número de presos na operação. (Com informações, Agência Brasil).