Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 12 de Maio de 2021

Policial

Operação do Exército tem 500 militares em busca de drogas e celulares na Máxima

De acordo com o Exército, 500 militares participam dos trabalhos que também têm apoio da Polícia Militar.

Correio do Estado

15 de Fevereiro de 2017 - 15:53

Batizada de Operação Varredura, ação que acontece desde às 7 horas de hoje na Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande, tem como objetivo encontrar drogas, armas, celulares e outros materiais ilícitos na unidade. De acordo com o Exército, 500 militares participam dos trabalhos que também têm apoio da Polícia Militar.

Segundo o Comando Militar do Oeste (CMO), a atuação foi solicitada pelo Governo do Estado depois que decreto presidencial, de 17 de janeiro, abriu a possibilidade de ação militar nos presídios. Na época, unidades carcerárias do Nordeste viviam o ápice da crise no sistema prisional.

Como acontece em outros estados, apesar de fazer varredura em todo complexo, não há contato entre os militares do Exército e os presos. Se for necessária qualquer intervenção desse tipo, será feita por policiais do Batalhão de Choque da PM.

Também são usados helicópteros, sistema de tecnologia que transmite vídeos em tempo real, cães farejadores, drones e outros equipamentos do Exército.

Não há previsão de quando a operação se encerra. Balanço das primeiras ações deve ser divulgado ainda hoje.