Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 7 de Dezembro de 2021

Policial

PMA apreende 0,5 km e detecta mortandade de peixes no lago da Usina Sérgio Motta

Durante a retirada dos petrechos foram retirados e soltos no rio, cerca de 15 kg de peixes que estavam vivos e presos aos petrechos de pesca proibidos

Assessoria PMA

05 de Agosto de 2013 - 07:39

Policiais Militares Ambientais de Bataguassu (MS) realizaram fiscalização ontem no lago da Usina Sérgio Motta, no rio Paraná, entre aquele município e Anaurilândia (MS) e retiraram 0,5 km.

Durante a retirada dos petrechos foram retirados e soltos no rio, cerca de 15 kg de peixes que estavam vivos e presos aos petrechos de pesca proibidos. Os proprietários das redes não foram identificados.

MORTANDADE DE PEIXES – Durante a fiscalização, os policiais verificaram às margens do Lago da Usina Sérgio Motta, entre o município de Bataguassu e Anaurilândia centenas de peixes mortos de várias espécies, tais como, tucunaré, piau, armao, curimbatá entre outros.

Os policiais não identificaram a possível causa da mortandade dos peixes e confeccionarão um relatório, que será encaminhado agora pela manhã à delegacia de polícia civil de Bataguassu para a investigação do que tenha levado os peixes à morte. O Comando da PMA comunicará o fato ao Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul – Imasul.