Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 27 de Outubro de 2021

Policial

PMA autua carvoeiro por desmatamento e fecha carvoaria ilegal pela segunda vez

A carvoaria operava em uma fazenda, próxima à cidade e já havia sido autuada e interditada pela PMA neste ano.

Assessoria PMA

18 de Setembro de 2013 - 13:00

Policiais Militares Ambientais de Campo Grande (MS) em fiscalização nas propriedades rurais do município de Rochedo (MS) fecharam ontem à tarde uma carvoaria que funcionava sem autorização ambiental. A carvoaria operava em uma fazenda, próxima à cidade e já havia sido autuada e interditada pela PMA neste ano.

O carvoeiro desmatava a região vizinha à carvoaria para usar o produto para fazer carvão e para cortar lenha, que era colocada em sacas para a venda no comércio. Ele havia derrubado 113 árvores das espécies angico, faveiro, cumbaru e pau d’óleo. A autuação anterior fora pela derrubada de 63 árvores e por funcionar a carvoaria sem autorização. Toda a madeira foi apreendida.

Desta vez, o infrator, residente em Campo Grande foi autuado por descumprir o embargo, pela derrubada das árvores e pela falta de licença da atividade carvoeira. A atividade foi embargada novamente e o carvoeiro foi multado em R$ 10.000,00.

Ele também responderá por crime ambiental de funcionar atividade potencialmente poluidora e explorar material da flora sem autorização ambiental. Se condenado, poderá pegar de três a seis meses de detenção por funcionar a carvoaria sem autorização e pena de seis meses a um ano de detenção pela derrubada da vegetação..