Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 22 de Outubro de 2020

Policial

PMA e Exército apreendem 8 redes de pesca, armadas fechando o rio Apa

Policiais Militares Ambientais e o Exército Brasileiro de Porto Murtinho encontraram oito redes de pesca de um lado a outro do rio, medindo um Km

PMA MS

09 de Agosto de 2014 - 09:03

Policiais Militares Ambientais e o Exército Brasileiro de Porto Murtinho (MS) realizaram uma operação ontem (8) no rio Apa, devido a denúncias de que pescadores paraguaios haviam armado redes de pesca cercando todo um trecho do rio.

No local indicado, os policiais e os militares encontraram oito redes de pesca de um lado a outro do rio, medindo um Km. Não havia pescadores no local, mas tanto a PMA sabe, e os moradores da região afirmaram que foram pescadores do Paraguai que armaram os petrechos proibidos, confirmando a denúncia.

O exército apoiou a PMA, em virtude de que é comum, quando os policiais encontram este tipo de material armado por paraguaios, os pescadores ficarem do lado do País vizinho e atirarem nos policiais. Dessa forma, há necessidade de gente e armamento adequado para este tipo de operação. Foram envolvidos 12 homens na operação.

As redes foram apreendidas e levadas para o quartel da PMA em Porto Murtinho e serão descaracterizadas e recicladas. Peixes vivos que estavam presos no material foram soltos no rio.

A forma em que os petrechos estavam armados é extremamente depredadora, pois não há como os cardumes passarem sem serem pegos pelas redes, pois havia apetrechos de vários tamanhos de malha, com capacidade de captura de peixes grandes e pequenos.