Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 6 de Maio de 2021

Policial

PMA intensifica operação piracema durante feriado

Operação República amplia o trabalho.

Midiamax

12 de Novembro de 2016 - 08:16

A PMA (Polícia Militar Ambiental) deve ampliar a operação piracema com a ‘operação república’ que começou na sexta-feira (11). As ações do feriado prolongo vão até às 8h de quarta-feira (16) e envolve 340 policiais em todo o Estado, prevenindo a pesca predatória. As informações são do Diário Corumbaense.

Comandantes de 25 subunidades devem utilizar todo o efetivo em prevenção e repressão de crimes contra a flora e a fauna, com atenção especial ao tráfico de animais silvestres. A época costuma registrar tráfico de papagaios, que geralmente vai até o fim do período reprodutivo da espécie, em dezembro.

Serão oito postos montados durante a piracema nas cachoeiras e corredeiras. Em cada ponto ficam três policiais com barcos e motores para executarem a fiscalização nas imediações dos postos e monitorando os cardumes. As multas podem chegar a R$ 50 milhões e as penas, até cinco anos de reclusão. A PMA ainda informa que a única pesca permitida neste período na bacia do Rio Paraguai e nos rios de domínio do Estado, é a pesca de subsistência.

Pré-piracema

Durante a operação pré-piracema, no início do mês, foram presos 21 pescadores com 999 quilos de pescado ilegal. Foram apreendidos 2 mil e 800 metros de redes de pesca. Duas pessoas foram autuadas com 18 filhotes de papagaios. Outros crimes ambientais foram combatidos e prevenidos: desmatamentos e carvoarias irregulares, com visitas às propriedades rurais, transporte ilegal de produtos perigosos, além de combate a todos os crimes contra a fauna e flora.