Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 19 de Abril de 2021

Policial

PMA prende dois por pesca predatória e apreende 39 kg de pescado, tarrafa, arma e munições

O turista informou que estava hospedado em um rancho de um pescador às margens do rio Taquari

Assessoria

04 de Novembro de 2014 - 08:29

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Coxim (MS), que trabalha na operação pré-piracema realiza fiscalização preventiva no rio Taquari, na região conhecida como Cabo de Aço e prendeu hoje de madrugada dois pescadores que pescavam com petrechos proibidos e ainda estavam com arma de caça e munições. Um turista de 61 anos, residente em Bebedouro (SP) foi abordado em uma embarcação, onde foi encontrada uma tarrafa (petrecho proibido) que ele utilizava na pescaria.

O turista informou que estava hospedado em um rancho de um pescador às margens do rio Taquari. Os policiais foram ao local e encontraram em um frízer 24 kg de peixes em filé (sem origem) e 15 kg de pescado inteiro. Nas proximidades do rancho foi encontrada na mata uma espingarda calibre 22 e 50 munições do mesmo calibre, que pertenciam ao pescador proprietário do rancho, de 43 anos, residente em Coxim, que afirmou que a arma não possuía documentação. Os 39 kg de pescado capturados ilegalmente, o frízer, o barco, o motor de popa, a tarrafa, a arma e as munições foram apreendidos.

Os infratores receberam voz de prisão e foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Coxim, juntamente com o material apreendido, onde foram autuados em flagrante por crime de pesca predatória. O pescador proprietário da arma também foi autuado por posse ilegal de arma. A pena para cada crime é de um a três anos de detenção. Ambos também foram autuados administrativamente por pesca predatória. O turista foi multado em R$ 1.760,00 e o pescador de Coxim foi multado em R$ 2.760,00.