Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 17 de Maio de 2021

Policial

Polícia Civil em alerta contra roubos na saída de “baladas” em Campo Grande

Escuridão e falta de atenção das vítimas facilitam atuação de assaltantes nesses locais.

Correio do Estado

17 de Dezembro de 2016 - 09:02

Ausência de vigilância, pouco movimento de pessoas, escuridão e desatenção das vítimas. Estes são alguns dos fatores que contribuem para o crescimento do número de roubos ocorridos na saída de bares e casas noturnas de Campo Grande, afirma a Polícia Civil. Casos de casais sequestrados e mantidos reféns pelos criminosos são cada vez mais comuns e não faltam exemplos.

Na madrugada de quinta-feira, dois amigos foram mantidos reféns em sequestro relâmpago ao deixarem estabelecimento na Chácara Cachoeira. No dia 13 de novembro, vendedora e amigo foram roubados e agredidos nas imediações.

Segundo o delegado Carlos Delano, da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos (Derf), embora haja certa frequência, não foi encontrado indícios de que um grupo específico de criminosos esteja operando desta maneira. No entanto, o problema vai além e expõe grave problema de segurança.

O que o delegado acredita é que bandidos aleatoriamente tem transitado pelas imediações destes locais a fim de encontrar vítimas em potencial. “Principalmente no que se refere às casa noturnas, muitas delas estão em locais fora do da região central da cidade, onde o bandido se sente mais à vontade para agir”.