Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 3 de Agosto de 2021

Policial

Polícia de MS apreende fuzil e munições que seriam usados em atentado contra policiais

Conforme o registro de ocorrência, o armamento estava escondido na casa de Marcio José Ferreira, de 36 anos, que foi preso em flagrante

Midiamax

03 de Novembro de 2014 - 13:41

A Polícia Civil apreendeu neste domingo (2) um fuzil 7 milímetros e 429 munições intactas do mesmo calibre, que supostamente seria usado para matar um delegado e investigadores da Polícia Civil de Costa Rica.

Conforme o registro de ocorrência, o armamento estava escondido na casa de Marcio José Ferreira, de 36 anos, que foi preso em flagrante. Os policiais receberam a informação de que um traficante de Chapadão do Sul conhecido como “Caveira” iria até o município comprar a arma e a negociação seria realizada no distrito de Laje.

Após as informações, Marcio começou a ser monitorado em sua casa e os policiais acompanharam o momento que o suspeito foi até uma mata fechada e começou a negociar com um homem. Os dois ao perceberam a presença da polícia fugiram.

Um dos suspeitos fugiu em uma motocicleta e Marcio conseguiu escapar no momento que seria abordado. Em diligências os policiais encontraram Márcio José na região do balneário Sucuri. O suspeito confessou aos policiais que a arma estava em sua casa.

Na casa do suspeito, os militares encontraram o fuzil embrulhado em um saco em cima do guarda-roupa e as munições dentro de um pacote no interior do móvel, bem como, uma luneta com luz noturna.

Ainda de acordo com o registro policial, os policiais receberam a informação de que a arma seria usada para matar o delegado titular, Cleverson Alves dos Santos e os investigadores da Delegacia de Polícia Civil de Costa Rica.

Caveira foi preso por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, receptação e tráfico de drogas e encaminhado para a delegacia. A polícia ainda não conseguiu localizar os compradores.