Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 18 de Agosto de 2022

Policial

Polícia diz que jovem encontrada morta em galpão praticou ‘ritual de alívio

O delegado disse que a família confirmou que a vítima estava em estado depressivo.

Midiamax

22 de Setembro de 2015 - 09:37

A Polícia Civil disse que Solange Barbosa Chaves, 24 anos, que foi encontrada morta pelo pai com um saco plástico amarrado no pescoço e um pano na boca em um galpão de uma loja de autopeças no início da manhã desta terça-feira (22), no Jardim Paulista, região sul de Campo Grande, tenha praticado ‘ritual de alívio.

De acordo com o delegado plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, Reginaldo Salomão, disse que pelos indícios e pelo bilhete que ela deixou para a família, há 99% de chances que ela tenha cometido suicídio.

O delegado disse que a família confirmou que a vítima estava em estado depressivo. O bilhete, em que ela não especifica os motivos, leva a perícia concluir que ela fez o ‘ritual de alívio, quando a vítima deixa sinais que o suicídio é premeditado.

O delegado disse que os remédios encontrados próximo do corpo de Solange serão encaminhados para a perícia para saber os seus efeitos. Reginaldo Salomão disse que também vai analisar as imagens das câmeras de segurança que existem no local.

A equipe da Polícia Civil está finalizando a investigação e o delegado disse que o caso vai ser registrado como morte a esclarecer, mas com quase 100% de chance de ser suicídio.