Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 14 de Abril de 2024

Policial

Polícia fecha suinocultura em assentamento próximo do Inferninho

De acordo com os militares, no local haveria uma suinocultura com 63 animais sem autorização do órgão ambiental

Midiamax

04 de Julho de 2011 - 09:21

Equipes da PMA (Polícia Militar Ambiental) fecharam uma criação de porcos que estava funcionando de forma irregular no assentamento Sucuri de Agricultura Familiar, próximo ao “Inferninho” em Campo Grande, neste domingo (04). O flagrante ocorreu após uma fiscalização de rotina na região.

De acordo com os militares, no local haveria uma suinocultura com 63 animais sem autorização do órgão ambiental. A atividade funcionava no limite com a reserva legal do assentamento e os efluentes eram carreados para um córrego existente no local.

Edson Francisco da Costa foi autuado administrativamente no valor de R$ 10 mil e deve responder pelo crime ambiental por manter uma atividade com potencial poluidora sem autorização do órgão ambiental. Além disso, os porcos foram apreendidos e ficaram sob guarda do autuado, até decisão judicial e do órgão ambiental. A atividade foi interditada até a regularização ambiental.

A Polícia Ambiental ressalta que no dia 21 de setembro do ano passado, Edson já havia sido autuado pelo mesmo motivo. Na época, 32 porcos foram apreendidos.