Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 14 de Junho de 2024

Policial

Polícia flagra rinha de galo e animais feridos em sítio entre Ivinhema e Deodápolis

Após o levantamento realizado no local, foi constatado que havia vários veículos e pessoas de vários municípios

Ivinotícias

23 de Julho de 2012 - 08:39

A policia Militar de Ivinhema através do 190 recebeu uma ligação anônima por volta das 09h50min deste domingo (22) que no sitio do vulgo Cridinho, estava acontecendo uma rinha de galos e que no local encontrava-se em torno de 20(vinte) pessoas participando. Sítio este localizado na gleba Azul, entre Ivinhema/Deodapólis.

Conforme apurou policia militar e civil foram até o local, sendo constatada a veracidade da denuncia, pois no momento da chegada da policia foi constatado que estava acontecendo à briga de dois galos e que havia vários homens ao redor do cercado, rinha, sob um barracão com três (três) paredes cercadas de gaiolas divididas em partes, sendo cada gaiola com um galo, e outra rinha pronta para ser usada, onde foi determinado que os envolvidos se retirassem do local para uma revista pessoal e também que retirasse os animais do local, rinha, e fosse posto em gaiolas separadas.

Após o levantamento realizado no local, foi constatado que havia vários veículos e pessoas de vários municípios, como: Nova Andradina-MS, Ivinhema-MS, Deodapolis-MS, Gloria de Dourados-MS, Fatima de Sul-MS e Caarapo-MS. Foi constatado no local, que havia galos feridos e um total de 69 galos presos em gaiolas e em outros cercados, tipo balaio. Sendo que o local aparentava ser utilizado para esse fim por muito tempo, pois as gaiolas desgastadas, e também eram servidos no local bebidas e churrasco.

A Policia Militar Ambiental foi comunicada, mas não sendo possível deslocarem até o local. Diante dos fatos os animais ficaram na responsabilidade de E.M.F., a policia fotografou o local alem de ser apreendido um caderno de anotações e uma caixa de plástico, tipo de guardar ferramentas, com biqueiras, esporas, etc.

E.M.F. informou ser o proprietário da rinha e dos animais, sendo então conduzido para a Delegacia de Policia Civil, onde foi lavrado o boletim de ocorrência e entregue para as devidas providências.