Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 29 de Novembro de 2021

Policial

Polícia Militar Rodoviária prende policial militar de MG por descaminho, ameaça e resistência

O autor foi conduzido para Delegacia de Polícia Civil de Maracaju e posteriormente para a Corregedoria Policial Militar de Mato Grosso do Sul.

Redação

19 de Setembro de 2013 - 14:20

Um cabo lotado na Polícia Militar de Mato Grosso foi preso em flagrante por descaminho, desobediência, desacato, ameaça e resistência, no inicio da noite de ontem, 18, no Distrito de Vista Alegre, município de Maracaju.

Por volta das 19h40 policiais militares rodoviários de Vista Alegre realizavam fiscalização de trânsito em frente à Base, no km 14 da Rodovia MS 164. Num determinado momento foi dada ordem de parada ao condutor de um veículo VW/Gol que trafegava sentido Ponta Porã/Maracaju.

Como de praxe, ao condutor foram solicitados os documentos de porte obrigatório, CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e CLA (Certificado de Licenciamento Anual), ocasião em que se identificou como policial militar, apresentando apenas sua identificação funcional da Policia Militar do Mato Grosso, tentando com essa atitude, efetuar a chamada "carteirada", para se esquivar da fiscalização.

Nisso, o militar foi orientado a apresentar também os documentos inicialmente solicitados. Estes somente foram apresentandos após algum tempo. No interior do veiculo havia grande quantidade de mercadorias adquiridas Paraguai, sem documentação legal de importação.

Diante do fato o autor foi informado que sua mercadoria seria apreendida, mediante confecção de um Termo de Guarda. Ato continuo, em tom de voz alterado ele tornou a dizer que "era da casa" e que o procedimento era injusto e abusivo. A guarnição o orientou a se acalmar.

Ao receber o Termo de Guarda preenchido das mãos dos policiais militares rodoviários para conferência e assinatura, o militar amassou as duas vias do documento, afirmando que não assinaria nada, proferindo palavras ameaçadoras, ofensivas e de baixo calão.

O autor tentou ainda empurrar o comandante da guarnição. Ele recebeu voz de prisão em flagrante delito por desacato, desobediência e ameaça, sendo necessário o uso de força física moderada e medidas cabíveis para contê-lo, pois ele tentava se evadir do interior da Base.

O autor foi conduzido para Delegacia de Polícia Civil de Maracaju e posteriormente para a Corregedoria Policial Militar de Mato Grosso do Sul.