Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 26 de Outubro de 2020

Policial

Polícia prende mais três envolvidos em sequestro relâmpago do proprietário de Corsa

O primeiro a ser preso foi Juliano Maciel Biccigo, surpreendido pela guarnição da Policia Militar na Rua Mato Grosso quando tentava colocar o veículo em funcionamento

Flávio Paes/Região News

03 de Janeiro de 2014 - 10:19

A Polícia Civil conseguiu prender mais três envolvidos no sequestro relâmpago registrado na madrugada de quinta-feira em que foi vítima Manoel Antonio Filho, dono de um Corsa Sedan de placas HSX-9109. Um quarto integrante do grupo, uma mulher, ainda está foragida. Ela foi usada como "isca" para o motorista. O primeiro a ser preso foi Juliano Maciel Biccigo, surpreendido pela guarnição da Policia Militar na Rua Mato Grosso quando tentava colocar o veículo em funcionamento, depois que bateu o carro num poste e um dos pneus dianteiros estourou.

Foram presos ontem  Lirevaldo Moreira Santos; Jurian Santiches Romero e um menor de 17 anos. Eles foram encaminhados para o presídio de trânsito em Campo Grande porque a cadeia de Sidrolândia está interditada. Todos tem uma longa ficha criminal, incluindo tráfico de drogas, furtos, porte de arma. Eles responderão, com exceção do menor, por roubo qualificado pelo emprego de arma, formação de quadrilha e concussão de menores

Segundo o delegado Devair Francisco, que responde pela delegacia enquanto a titular, Debora Mazzola, esta de recesso na Europa, a mulher teria sido um “atrativo” para a vítima. “Ela forjou uma situação, como se fosse uma prostituta e com isso atraiu ele a parar o carro. Assim que reduziu no cruzamento, os bandidos entraram e com uma faca ameaçaram a vítima a dar diversas voltas na cidade”, afirma o delegado Devair Francisco, responsável pelas investigações.

Na ocasião, após as voltas, os bandidos ordenaram o motorista de 33 anos que parasse no mesmo local onde o abordaram, no cruzamento das ruas Leôncio de Souza Brito com a Generoso Ponce, em Sidrolândia, e ele foi deixado lá. O bando fugiu com o veículo, um celular e R$ 40.

Assim que a Polícia foi informada, soube que um carro com as mesmas características havia se envolvido em um acidente. Os comparsas fugiram, mas Juliano foi preso em flagrante. Ele tem diversos antecedentes criminais.