Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 7 de Maio de 2021

Policial

Polícia Rodoviária intercepta fuzis e cocaína avaliados em R$ 3 milhões

A carga seria levada até a região de Santos, no litoral paulista, onde Laudemir iria entregar para a pessoa que fez a encomenda.

Campo Grande News

16 de Novembro de 2016 - 16:47

Policiais rodoviários federais apreenderam nesta quarta-feira (16), em Dourados, um carregamento de cocaína, munição e dois fuzis automáticos de fabricação norte-americana que estavam sendo levados para o estado de São Paulo.

A carga estava no fundo falso de uma carreta Mercedes Benz modelo 2546 marrom com placa de Campo Grande, conduzida por Laudemir Bispo Sanches. Morador em Presidente Prudente (SP), Laudemir completa 40 anos hoje.

De acordo com o inspetor-chefe da PRF em Dourados, Waldir Brasil Junior, que coordenou a ação, os 150 quilos de cocaína, os dois fuzis calibre 556 e as munições, de calibres 556, 9 milímetros e 45, estão avaliados em pelo menos R$ 3 milhões. A carga seria levada até a região de Santos, no litoral paulista, onde Laudemir iria entregar para a pessoa que fez a encomenda.

O paulista disse que receberia R$ 15 mil pelo transporte das armas e da droga, mas os policiais acreditam que o pagamento seria de pelo menos o dobro do informado.

Carregou no Paraguai – Laudemir contou aos policiais que chegou segunda-feira a Ponta Porã, com autorização para levar uma carga de açúcar em uma usina da região. Ele entregou a carreta para traficantes da fronteira, que levaram o veículo para o Paraguai, onde o fundo falso foi preparado e as armas e droga escondidas.

Ontem o caminhoneiro pegou a carreta já carregada e hoje cedo seguiu viagem para São Paulo até ser parado no posto da PRF na BR-163, em Dourados. A carreta vazia chamou a atenção dos policiais, que durante vistoria encontraram o fundo falso.