Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 9 de Maio de 2021

Policial

Quadrilha que sequestrava vítimas e roubava veículos na saída de bares é presa

O Citroën foi recuperado após os suspeitos sofrerem acidente, mas os outros dois veículos não foram localizados.

Midiamax

06 de Dezembro de 2016 - 14:05

Quatro rapazes, com idades entre 18 e 26 anos, foram apresentados pela Polícia Civil, apontados como autores de ao menos três roubos de veículos em Campo Grande. Eles seriam responsáveis por dois sequestros na saída de bares, ocorridos em outubro deste ano.

De acordo com o delegado Gustavo Ferraris, da Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos), os crimes ocorreram no dia 7 de outubro, quando roubaram um Hyundai Tucson e no dia 9 de outubro, quando roubaram um Gol na saída do Bar Fly e um Citroën C4 Pallas nas proximidades do Bulicho. O Citroën foi recuperado após os suspeitos sofrerem acidente, mas os outros dois veículos não foram localizados.

Foram presos e apresentados pela polícia Wanderson Santana, o ‘Tupi’, de 26 anos, que já tem passagens por tráfico de drogas, roubo e porte ilegal de arma de fogo; Lucas Weverton de Oliveira, o ‘Neguinho’, de 20 anos, que tem passagens por tráfico e furto; José Luiz Clementino de Oliveira, de 23 anos, sem passagens pela polícia e Victor Vinícius Silva Pinto, o ‘Zulu’, de 18 anos, que já tem passagens por roubo e receptação.

Roubos e sequestros

Dois amigos foram sequestrados na saída do Bulicho, bar localizdo na Rua Euclides da Cunha, na noite do dia 9. As vítimas, de 28 e 31 anos, foram rendidas por dois homens armados e colocadas dentro do porta-malas do carro, um Citroën C4.

As vítimas foram até a Rua Manoel Seco Tomé, onde o carro estava estacionado, quando foram rendidas pelos bandidos e colocadas no porta-malas do veículo. Os criminosos andaram pela cidade com o carro e as vítimas conseguiram escapar, abrindo o porta-malas pela trava interna. Eles pediram ajuda e policiais conseguiram encontrar o carro abandonado, que os bandidos bateram durante a fuga.

Já na saída do Bar Fly, dois amigos foram rendidos por dois homens armados, agredidos e mantidos reféns por horas, até conseguiram fugir dos suspeitos. Os amigos chegaram a levar coronhadas para entregarem a senha do cartão de crédito e também tiveram o carro, um Volkswagen Gol, levado pelo grupo. Eles só conseguiram fugir hora depois, quando conseguiram se soltar e ficaram com apenas um dos bandidos no cativeiro.