Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 18 de Agosto de 2022

Policial

Rota de tráfico de aves, cerca de 400 papagaios são apreendidos em MS

Os filhotes estavam em caixas escondidas no meio do pasto em uma fazenda na divisa com São Paulo, para onde seriam levados e vendidos no mercado negro

G1 MS

05 de Outubro de 2015 - 15:45

Mato Grosso do Sul é a principal rota de tráfico de aves silvestres. Nas últimas semanas, foram apreendidos 380 filhotes de papagaios no estado. A primavera é o período de reprodução dessa espécie.

Ter um papagaio em casa configura crime ambiental. A multa para quem for flagrado com uma ave silvestre é de R$ 500 por animal. Mas se ela corre risco de extinção a multa sobe para R$ 5 mil por pássaro.

Os filhotes estavam em caixas escondidas no meio do pasto em uma fazenda na divisa com São Paulo, para onde seriam levados e vendidos no mercado negro. Os traficantes geralmente pagam trabalhadores rurais para retirar os filhotes dos ninhos.

“Nós descobrimos o modus operandi dos traficantes. Eles aliciam funcionários de propriedades rurais, assentados, sitiantes para que coletem os animais e depois eles vêm e compram”, explicou o policial.

Os filhotes estão sendo capturados cada vez mais jovens. Outro dado assustador é o número de aves apreendido. Nos últimos 15 anos, foram capturados 4.731 animais. Quando chegam novinhos, acabam ficando muito tempo no Cras para depois voltarem à natureza.

“Eles vão ficar aqui de 6 a 8 meses e aí começa o processo de retorno à natureza”, afirmou a coordenadora do Cras, Nara Teodoro.