Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 23 de Outubro de 2020

Policial

Sul-mato-grossense é assassinada enquanto tomava banho em Madrid

A maracajuense trabalhava de babá e faxineira. Ela não tinha ido ao trabalho no dia anterior, o que fez seu chefe até alertar um amigo da vítima.

Midiamax

16 de Janeiro de 2014 - 09:39

Patrícia Souza Leal, 28, natural de Maracaju, a 160 quilômetros de Campo Grande, foi encontrada morta nesta quarta-feira (15), em sua casa, em Madrid, Espanha. Os bombeiros chegaram ao local por volta das 19h30 depois de receberem aviso de vazamento de água. A vítima estava no banho quando foi assassinada. Pegadas de sangue foram encontradas ao redor da casa e do portão.

O corpo tinha pelo menos uma facada, nas costas. Equipe policial constatou que Patrícia estava morta há horas. A maracajuense trabalhava de babá e faxineira. Ela não tinha ido ao trabalho no dia anterior, o que fez seu chefe até alertar um amigo da vítima.

Patrícia estava na Espanha há mais de seis anos e namorava um rapaz mais jovem, de acordo com fontes próximas. Os vizinhos não conseguiram dar detalhes sobre o

Foto: Reprodução Facebook

dia a dia da sul-mato-grossense, que vivia sozinha no porão da casa em troca de um carro e 450 euros por mês.

Três horas depois de os bombeiros encontrarem Patrícia morta, um juiz ordenou a remoção do corpo. O Grupo 6 de Homicídios de Madrid investiga o caso.

(Colaborou Márlon Rusyweld)