Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 22 de Abril de 2021

Policial

Suspeito de matar três em incêndio na Capital é usuário de drogas

Conforme a investigação, Adriano Espinosa não gostava que a mulher se relaciona-se com Hélio. Para se vingar, ateou fogo na casa

Campo Grande News

10 de Novembro de 2014 - 10:45

O suspeito de provocar um incêndio que matou três pessoas no Jardim Colúmbia, em Campo Grande, no último dia 13, é usuário de drogas. Adriano Espinosa, 27 anos, está foragido desde o dia do crime. O caso é investigação da DEAM (Delegacia de Atendimento à Mulher).

Morreram em decorrência do incêndio Hélio Queiroz Neres, 37 anos, Lucinda Ferreira Torres, 41 anos e Daniel Cândia, 38 anos. O crime foi motivado por ciúmes que o suspeito tinha da mulher, Edna Rodrigues de Souza, 33 anos, que estava na casa, mas sobreviveu.

Conforme a investigação, Adriano Espinosa não gostava que a mulher se relaciona-se com Hélio. Para se vingar, ateou fogo na casa.

Ele sinalizou que iria se integrar à polícia, um advogado chegou procurar a delegada responsável pela investigação, mas Adriano não apareceu.

Porém, segundo a delegada Francielle Canotti, passados alguns dias o advogado desistiu do caso.