Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 18 de Maio de 2021

Policial

Traficantes alagoanos são autuados em R$ 83,5 mil transportando 167 canários

Entre os agricultores, um de 32 anos transportava em uma gaiola, 17 canários-da-terra (Sicalis flaveola brasiliensis).

Assessoria PMA

09 de Novembro de 2016 - 08:15

Policiais Militares Ambientais de Aparecida do Taboado autuaram hoje (8) pela manhã dois alagoanos por transportar aves silvestres ilegalmente. A apreensão ocorreu, quando a PMA realizava fiscalização no Posto Fiscal Itamarati, localizado na zona rural do município, na BR 158. Os Policiais abordaram um veículo tipo Van, onde estavam vários passageiros, residentes no estado de Alagoas, que voltavam àquele estado, depois de prestarem serviços em uma empresa sucroenergética.

Entre os agricultores, um de 32 anos transportava em uma gaiola, 17 canários-da-terra (Sicalis flaveola brasiliensis). Outro de 43 anos transportava 150 canários em uma gaiola de grande porte. Ambos os infratores têm residência em São José da Lage (AL), para onde levariam os pássaros, que confessaram ter capturado no município. Durante o período de safra ficam trabalhando na empresa sucroenergética em Aparecida do Taboado, capturam os pássaros e levam no retorno ao estado de origem para comércio. A PMA apreendeu as aves silvestres e gaiolas e o veículo.

Os infratores foram autuados administrativamente e multados respectivamente em R$ 75.000,00, o que estava com 150 aves e em R$ 8.500,00, o que estava com 17 pássaros. Eles foram conduzidos, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Aparecida do Taboado e responderão por crime ambiental. Se condenados, poderão pegar pena de seis meses a um ano de detenção.

Os animais serão encaminhados ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), na Capital.