Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 23 de Janeiro de 2021

Policial

Traficantes montam "empresa" em boca de fumo até com plantão para atender usuários

O nome da operação é uma alusão ao líder da quadrilha, que era chamado por alguns comparsas de “Mestre dos Magos

Correio do Estado

05 de Agosto de 2014 - 14:49

A Justiça decretou a prisão preventiva de treze pessoas presas pela polícia durante a Operação Mago, deflagrada ontem (04), pela Polícia Civil. Todos os acusados são envolvidos em um grande esquema de tráfico de drogas em Três Lagoas (MS).

Durante dois meses a polícia investigou o grupo e constatou a organização dos criminosos, que agiam como uma empresa, com divisão de tarefas e até uma espécie de cartão de ponto.

Conforme apurado pela polícia, um integrante da quadrilha distribuía a droga aos demais traficantes. O grupo mantinha uma boca de fumo no Bairro Vila São João, que contava com uma escala de plantão, dividida em horas de trabalho para traficante que atendia aos usuários no local.

O líder do grupo, o 'Mestre dos Magos', por exemplo, não tinha contato com a droga. O papel dele era coordenar todo o esquema a distância.

A Polícia Civil fez várias apreensões e prisões em flagrante por tráfico de drogas e ao fim da investigação ficou comprovado o vínculo entre os integrantes do grupo, que responderão por crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Cerca de dez quilos de drogas, entre crack, maconha e pasta base de cocaína foram apreendidos.

No total, a Justiça decretou a prisão preventiva de treze pessoas envolvidas no esquema criminoso desbaratado pela Polícia Civil. Outras duas pessoas foram indiciadas por participarem da associação criminosa, mas, como colaboraram com a investigação, responderão ao processo em liberdade. Os presos devem permanecer sob custódia até o julgamento e se condenados estão sujeitos a uma pena que poder atingir 15 anos de reclusão.

Após o cumprimento dos mandados os presos foram transferidos na Primeira Delegacia de Polícia de Três Lagoas para o presídio de segurança média da cidade.