Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 17 de Maio de 2022

Policial

Tratorista é preso e confessa ter agredido homem até a morte

Como o crime ocorreu em Costa Rica, o preso foi transferido e será interrogado por delegado que preside o inquérito

Correio do Estado

28 de Outubro de 2015 - 09:47

O tratorista Adevaldo Alves Barbosa, de 37 anos, foi preso apontado como autor do assassinato de Clemente Martins de Souza, 60 anos, ocorrido na semana passada, em Costa Risca. Adevaldo foi preso em  frente de um hotel, na Rua Delmira Bandeira, na cidade de Coxim. Ele confessou autoria, justificando motivo passional.

De acordo com informações do cabo Lemes, da Polícia Militar de Coxim, a prisão ocorreu depois de denúncia anônima. “Recebemos denúncia pelo 190 de que havia no endereço um homem suspeito de ter cometido um homicídio. Ele foi encontrado e, em abordagem, inicialmente, mentiu o nome. Depois revelou a verdadeira identidade e confessou a autoria”, disse o policial.

Adevaldo ainda disse que cometeu o homicídio porque a vítima teria tido relacionamento extraconjugal com a esposa dele e em data recente o ameaçado.

Como o crime ocorreu em Costa Rica, o preso foi transferido e será interrogado por delegado que preside o inquérito. Na data em que o homem foi encontrado morto, a polícia registrou que a esposa dele era a principal suspeita, visto que ela estava sumida.

A reportagem tentou falar na delegacia, mas o delegado ainda não havia chegado.

O CRIME

Clemente foi espancado até a morte no começo da semana passada, na casa onde morava, na Rua João Bispo de Carvalho, no Bairro Sonho Meu II, na cidade de Costa Rica.

Um sobrinho dele foi quem encontrou o corpo, na manhã de terça-feira (20). No local, foi apreendido um pedaço que madeira que o assassino usou no espancamento.