Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 17 de Agosto de 2022

Eleições 2022

A 16 dias do início das convenções, pesquisa Ranking mantém Marquinhos e André empatados

A nova pesquisa de intenções de voto do Instituto Ranking, não mostra grandes alterações no cenário pré-eleitoral.

Marcos Tomé/Região News

03 de Julho de 2022 - 22:43

A 16 dias do início das convenções, pesquisa Ranking mantém Marquinhos e André empatados
André Puccinelli e Marquinhos Trad. Foto: Divulgação

Faltando ainda 16 dias para abertura da janela das convenções (entre 20 de julho e 5 de agosto) que vão homologar candidaturas, a nova pesquisa de intenções de voto do Instituto Ranking, não mostra grandes alterações no cenário pré-eleitoral; os pré-candidatos oscilaram na margem de erro. Mantém-se o empate técnico entre o ex-prefeito da Capital, Marquinhos Trad e o ex-governador André Puccinelli.

A 16 dias do início das convenções, pesquisa Ranking mantém Marquinhos e André empatados

Num dos cenários, na pesquisa estimulada, em que aos entrevistados na amostra é apresentado um cenário com os nomes dos pré-candidatos, Marquinhos aparece numericamente na liderança, com 20,1%, mesmo percentual de junho e maio deste ano. Ele tinha 15,30% em abril.

André ficou com 19,40%, contra 20,5% em junho, e passou a ficar em 2º lugar. O ex-governador tinha 21,1% em abril deste ano. Por enquanto, ele vem se segurando e garantindo a vaga no segundo turno. A deputada federal Rose Modestos parou de cair e deu uma pequena reagida, passando de 15,50% para 16%, permanecendo em 3º lugar.

Ela chegou a pontuar 18,40% em abril e passou para 17,30% em maio. Eduardo Riedel foi de 15,10% para 15,70%, mantendo a condição de empate técnico com a deputada federal. Ela tinha 14,20% em abril deste ano. O deputado Estadual Capitão Contar caiu de 6,30%, na pesquisa de junho, para 4,70% neste mês. Ele tinha crescido nos meses anteriores, porque tinha 2,40% em abril e 4% em maio.

A 16 dias do início das convenções, pesquisa Ranking mantém Marquinhos e André empatados

Com a pequena oscilação, o candidato passou a ser ameaçado pela candidata do PT, que subiu de 2% para 3,3% entre junho e julho. Giselle tinha 1,70% em maio. No segundo cenário, Marquinhos lidera com 21%, seguido por André com 20,3%, Riedel com 17%, e Rose com 16,6%.

Em relação a junho, o ex-prefeito oscilou positivamente, já que tinha 20,30%. O emedebista negativamente em relação aos 20,70%. O tucano variou de 16% para 17%, enquanto Rose de 16,40% para 16,6%. Marquinhos também lidera o cenário sem o Capitão Contar, caso se confirme a articulação para tirar ele da disputa com a oferta da suplência da deputada Tereza Cristina, pré-candidata ao Senado.

A 16 dias do início das convenções, pesquisa Ranking mantém Marquinhos e André empatados

O candidato do PSD tem 22,50%, seguido por André com 21,6%, Riedel com 17,5% e Rose com 17%. Todas as oscilações ocorreram dentro da margem de erro. No 4º cenário, sem a candidatura de Rose, Marquinhos chega a atingir 28,40%, seguido de perto por André com 27,20%. O candidato do PSDB tem 23,10%.

A 16 dias do início das convenções, pesquisa Ranking mantém Marquinhos e André empatados

O ex-prefeito tinha 25,20%, passou para 27,30% e agora tem 28,4%. No sentido inverso, o ex-governador variou de 28,50% para 27,30% e agora, 27,2%. Riedel chegou a 24,7%, caiu para 21,50% e agora subiu para 23,10%. A rejeição de André permaneceu em ascensão, chegando a 27%, contra 21,1% em abril deste ano. Marquinhos está com o índice estável, com 16,50%, considerando-se o levantamento de abril, quando tinha 16,20%. Contar viu a rejeição subir de 8,60%, no mês passado, para 11%.

A 16 dias do início das convenções, pesquisa Ranking mantém Marquinhos e André empatados

Na mesma situação está candidata do PSOL, Luhhara Arguelho, que saltou de 4,80% para 9,1%. Giselle é rejeitada por 7%, seguida por Rose com 4,20% e Riedel com 3,70%.

Esta é a terceira pesquisa em que Marquinhos assume a liderança da disputa da sucessão de Reinaldo.  Ele aparece na frente nos levantamentos da Real Time Big Data, divulgada pela TV Record, e pelo IBP (Instituto Brasileiro de Pesquisa), mas em situação de empate técnico com André. O ex-governador lidera nos dados divulgados pela pesquisa do Novo Ibrape.

Até o momento, nenhum instituto de pesquisa simulou os confrontos de segundo turno entre os candidatos a governador de MS.

Metodologia

Realizada com 3 mil eleitores em 30 cidades de 27 de junho a 2 de julho deste ano, a pesquisa do Ranking tem margem de erro de 1,8% para mais ou menos e nível de confiança de 95%. Na Justiça Eleitoral, a sondagem foi registrada com os números MS-02344/2022 e BR-05621/2022.