Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 18 de Setembro de 2020

Política

Cúpula regional do PDT abre as portas do partido para adesão do prefeito Marcelo Ascoli

O prefeito esteve com Dagoberto em Brasília, quando o parlamentar viabilizou uma emenda de R$ 1 milhão.

Redação/Região News

14 de Fevereiro de 2020 - 10:54

Cúpula regional do PDT abre as portas do partido para adesão do prefeito Marcelo Ascoli

O presidente regional do PDT, deputado federal Dagoberto Nogueira, tem interesse em atrair de volta à legenda o prefeito de Sidrolândia, Marcelo Ascoli, que está em vias de deixar o PSL entre 04 março e 5 de abril no período de janela partidária. Marcelo foi vereador pelo PDT na legislatura 2008/2012.

O prefeito esteve com Dagoberto em Brasília, quando o parlamentar viabilizou uma emenda de R$ 1 milhão destinada ao custeio e investimento na saúde.

Com a saída do presidente da Câmara, Carlos Henrique, que se filiará ao PSDB e o fato do vereador Waldemar Acosta, presidente do diretório municipal, não ser candidato a reeleição, abre caminho para filiação do prefeito.

Marcelo, que tem o controle do PSD, onde boa parte dos seus secretários está filiado, com o PDT, o prefeito teria condições de formar uma chapa competitiva de candidatos a vereador por uma legenda com densidade política.

O prefeito tem até 05 de abril, quando termina a janela partidária, para construir seu arco de alianças visando a reeleição. Sem o MDB, que em princípio terá candidato próprio (o ex-prefeito Daltro Fiuza) e foi fundamental na sua eleição, Marcelo por enquanto, só tem garantido o PT como possível aliado. O PDT é uma legenda, com 800 filiados, pode agregar muito politicamente.