Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 8 de Maio de 2021

Política

PP e PV anunciam apoio à reeleição de Rodrigo Maia na Câmara

Bancada do PV disse que permanência do deputado na função garante "independência e protagonismo democrático" à Casa; PP falou em "preservação institucional".

G1

27 de Janeiro de 2017 - 13:50

As bancadas do Partido Progressista (PP) e do Partido Verde (PV) na Câmara anunciaram nesta sexta-feira (27) apoio à reeleição do atual presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ). A eleição está marcada para 2 de fevereiro, dia em que começa o ano legislativo na Casa.

O PP, que comanda o Ministério da Saúde, tem 46 deputados federais. Já o PV tem 6 parlamentares na Câmara.

Rodrigo Maia assumiu a presidência da Câmara para um mandato-tampão em julho do ano passado, após o então presidente Eduardo Cunha (PMDB-RJ) ter renunciado ao posto. O mandato de Cunha terminaria em fevereiro de 2017.

Opositores da candidatura de Maia afirmam que o regimento interno e a Constituição não permitem a reeleição dentro de uma mesma legislatura. Apesar de dizer que 'caminha' para disputar reeleição, o deputado do DEM ainda não oficializou a candidatura.

A bancada do PV, com 6 deputados, não possui cargo na Mesa Diretora. Em nota, a bancada disse que a gestão de Maia trouxe "estabilidade" em um dos momentos mais delicados do Poder Legislativo.

"O Dep. Rodrigo Maia assumiu a Presidência da Câmara em um dia momentos mais delicados do Poder Legislativo. Com habilidade, serenidade e grande abertura à legítima pluralidade da Casa, trouxe a ela a estabilidade possível para o momento", informou no comunicado o líder da bancada, deputado Evandro Gussi.

Ainda na nota, o PV disse que Maia tem legitimidade para permanecer no cargo e garante 'independência e protagonismo democrático' à Casa.

O apoio do PP à candidatura de Maia foi anunciado, por meio de nota, pelo líder do partido, deputado Aguinaldo Ribeiro (PB). No comunicado, o parlamentar paraibano destacou que a decisão conta com o apoio "da grande maioria" da bancada com o objetivo de garantir a preservação institucional".

"A decisão tem respaldo na manifestação da grande maioria dos parlamentares do partido na Casa, que optou pela preservação institucional, no momento de votações importantes para a construção da estabilidade econômica e política do país", escreveu o líder do PP.

Já se lançaram candidatos na corrida pela corrida pelo comando da Câmara os deputados Jovair Arantes (PTB-GO), André Figueiredo (PDT-CE) e Rogério Rosso (PSD-DF).

Rosso, que não conta com o apoio do próprio partido, suspendeu a campanha para aguardar posição do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a presença de Maia na disputa.

Apoios de partidos

Com a oficialização dos apoios de PP e PV, Rodrigo Maia já conta com os votos de nove bancadas da Câmara.

Na quinta-feira (26), o PRB havia manifestado oficialmente que apóia o atual presidente da Casa.

O DEM, partido de Maia, também apoia a reeleição. O senador Aécio Neves (MG), presidente nacional do PSDB, disse que o parlamentar do Rio de Janeiro terá o apoio dos tucanos.

Nesta semana, o PSB anunciou que trabalhará pela vitória de Maia desde que ele assuma compromissos com o partido. O PR e o PSD também irão apoiá-lo.

A tendência é que o PMDB, maior partido da Casa, também decida apoiar o deputado do Democratas. PT e PCdoB, legendas da oposição, negociam com Maia e ainda não anunciaram um posicionamento, apesar da candidatura de André Figueiredo (PDT), também oposição.