Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 24 de Setembro de 2020

Sidrolândia

A partir de segunda-feira vans só terá dois pontos de parada na Capital

A partir de agora só haverá dois pontos de embarque e desembarque, perto da antiga estação rodoviária em Campo Grande.

Flávio Paes/Região News

12 de Junho de 2020 - 16:07

A partir da próxima semana quem costuma usar as vagas nas suas viagens de ida e volta de Campo Grande, terão de se adequar as regras mais rigorosas que a Prefeitura da Capital adotou para manter liberado o transporte alternativo de transporte de passageiros. A partir de agora só haverá dois pontos de embarque e desembarque, perto da antiga estação rodoviária, que fica no centro da Capital, entre as ruas Dom Aquino e Barão de Rio Branco. Não haverá mais paradas ao longo do trajeto das vans pelo perímetro urbano de Campo Grande.

A Expresso Sidrolândia, que faz a linha para a Capital, segundo o empresário Heberson Padilha, está seguindo todas as normas de biossegurança. Os micro-ônibus (popularmente chamados vans) somente estão autorizadas a embarcar e desembarcar passageiros na sede de funcionamento das cooperativas. Os veículos da Cooptrapte à Rua Dom Aquino, nº 694; e os da Coopervans do Pantanal à Rua Barão do Rio Branco, nº 210.

Passageiros
  • As vans poderão circular com lotação máxima de 50% de sua capacidade.

  • Deverá ser aferida a temperatura dos passageiros antes do embarque e logo no desembarque das viagens.

  • Os passageiros deverão usar máscaras durante todo o trajeto.

Monitoramento e informação

Os responsáveis pelo transporte deverão coletar os dados dos passageiros, anotando as informações conforme constam no formulário elaborado pela Vigilância Sanitária, que identificará dados pessoais e itinerário.

Os casos de passageiros que apresentarem sintomas de febre ou sinais gripais deverão ser imediatamente notificados à Vigilância Sanitária para que sejam monitorados.

Os cooperados responsáveis por veículos que descumprirem as medidas sanitárias de segurança estarão cometendo infração, e sujeitos a incorrerem nas penas de apreensão do veículo e multa.

A fiscalização será feita de forma conjunta por órgãos do Município e a Agepan.