Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 26 de Setembro de 2020

Sidrolândia

Advogado e filiado histórico, também deixa PSDB para se juntar a ex-prefeito

Daniel Alves, além de militante, era filiado histórico do PSDB e correligionário político de Enelvo Felini.

Gildo Tavares/Região News

08 de Fevereiro de 2020 - 19:03

A desfiliação do ex-prefeito de Sidrolândia, Ari Basso, e de seu filho, Lúcio Basso, do PSDB, pode provocar novas baixas na sigla tucana. Quem também anunciou que deixou o partido, foi o advogado Daniel Alves, que tem um histórico de trabalhos prestados à leganda no município.

Daniel foi por muitos anos advogado e militante do PSDB em Sidrolândia e ocupou cargos na administração municipal quando Ari Basso era prefeito. O destino dele é o futuro Partido, Aliança Pelo Brasil (em fase criação), mesmo destino da família Basso, que tem em Rodrigo Basso um dos idealizador do partido em Sidrolândia.

São fortes rumores de outras lideranças políticas do município com forte identificação com a sigla devem acompanhar a família Basso. Um bom exemplo, é o médico cardiologista (sem partido), Sérgio Ocampos, que chegou a se filiar no PSDB quando Ari Basso era prefeito.

Por telefone ao RN, Ocampos disse que durante a semana manteve agenda com o ex-prefeito com quem tem laços políticos e de amizade. Em sua avaliação, o momento é de cautela, mas deixa claro que seguirá as orientações do ex-prefeito que provavelmente, vai assinar ficha de "apoiamento" ao Aliança pelo Brasil.

O médico cardiologista, também não descarta sua ida para o DEM, já que desfrutar de estreita relação política com o ministro da Saúde, Henrique Mandetta, com quem tem mantido diálogos na construção de um plano alternativo, caso o Aliança pelo Brasil não consiga registro na Justiça Eleitoral em tempo hábil para disputar a eleição de outubro.

Já Daniel Alves, disse que a intenção do grupo é colher as assinaturas necessárias para a criação do partido, por acreditar no projeto político do presidente Jair Bolsonaro. “Vamos atrás destas assinaturas para que o partido tenha condições de ser criado”, comenta.

Sem citar nomes, Daniel disse que assim que o partido estiver formalizado, o Aliança pelo Brasil deve lançar candidatos a prefeito e a vereador nas eleições municipais deste ano.

Baixas

O PSDB vem sofrendo fortes baixas nos últimos dias em Sidrolândia. No dia 3 de fevereiro o empresário Moacyr Almeida pediu desfiliação. Nesta semana o partido tomou outro baque, com as desfiliações do ex-prefeito Ari Basso, do seu filho, Lúcio Basso e do advogado do partido, Daniel Alves.