Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 26 de Setembro de 2020

Sidrolândia

Agesul inicia asfalto na Rua Osvaldo Pereira de Brito, via de 250 metros no Jardim Pindorama

A obra foi retomada em novembro, quando a Maracaju Engenharia iniciou a implantação da rede de drenagem.

Flávio Paes/Região News

20 de Janeiro de 2020 - 14:46

Agesul inicia asfalto na Rua Osvaldo Pereira de Brito, via de 250 metros no Jardim Pindorama

Finalmente, após mais de um ano de entraves, os moradores da Rua Osvaldo Pereira de Brito, começaram a receber nesta segunda-feira a pavimentação da rua que tem apenas 250 metros de extensão, ligação entre as ruas Leôncio de Souza Brito e Prudente de Moraes.

A obra foi retomada em novembro, quando a Maracaju Engenharia iniciou a implantação da rede de drenagem (que começa na metade da via). A tubulação vai captar as águas pluviais que descem pela Prudente Moraes (que ainda vai ser asfaltada) e serão escoadas pelas galerias da Rua Leôncio de Souza Brito. A obra está sendo executada pelo Governo do Estado, ao custo de R$ 262 mil.

As obras no Jardim Pindorama, que abrangem também as ruas Prudente de Moraes, César Nélio de Menezes e Pedro Celestino, foram iniciadas há dois anos, mas foram interrompidas em pleno período de chuvas, trazendo uma série de transtornos.

A empreiteira que venceu a licitação, a Construpontes Construtora e Serviços, abandonou o serviço e a Prefeitura teve que fechar as valetas abertas para implantação da drenagem, porque as ruas ficaram intransitáveis.

Em janeiro do ano passado, o Governo do Estado rescindiu o contrato, aplicou uma multa de R$ 41,5 mil na empreiteira, proibição de participar por dois anos de licitações.

O contrato de pavimentação da Prudente de Moraes, orçado em R$ 436.078,04, previa drenagem e pavimentação num trecho de 241 metros entre as ruas Generoso Ponce e o Posto de Saúde do Residencial Diva Nantes.

No Jardim Pindorama a Construpontes executaria ainda 700 metros de pavimentação abrangendo trechos das ruas Osvaldo Pereira de Brito, César Nélio de Menezes e Pedro Celestino, entre as ruas Prudente de Moraes e Leôncio de Souza Brito.

 A obra parou justamente quando a empresa entrou na fase de aplicação do material de revestimento primário que na estiagem levanta muita poeira e quando chove, as condições de tráfego ficam precárias. A empresa venceu a concorrência com a proposta de executar a obra ao custo de R$ 415.550,19, redução de 28,13% sobre o preço de referência fixado em R$ 532.451,8. O Governo fatiou as obras, licitando inicialmente apenas este trecho da Rua Osvaldo Pereira de Brito.

O segundo lote de licitação contemplará as Ruas Pedro Celestino (entre a Rua Prudente de Morais e a Rua Leôncio de Souza Brito) e Cezar Nélio de Menezes. A empresa Trento Soluções em Construções foi a vencedora. Serão investidos R$ 466.865,08.

Nos próximos dias será assinada a ordem de serviço para a pavimentação de um trecho de aproximadamente 400 metros da Rua Prudente de Moraes, entre a Rua Costa Marques e a Generoso Ponce. Com o orçamento de R$ 466.855,98, a Trento Soluções e Construções vai executar a obra que tinha como valor de referência R$ 508 mil. A primeira colocada na disputa foi desclassificada e depois do trâmite burocrático, a segunda colocada foi homologada vencedora.

Para que o asfalto chegue em toda extensão da Prudente de Moraes será preciso uma nova licitação para o trecho final da Generoso Ponce até a entrada do Diva Nantes.