Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 19 de Setembro de 2020

Sidrolândia

Após decreto, JBS vai liberar do trabalho mulheres grávidas, diabéticos, hipertensos e quem tem mais de 60 anos

Os trabalhadores diabéticos e hipertensos terão de apresentar no setor de recursos humanos atestado médico ou a carteirinha da unidade básica de saúde onde fazem acompanhamento médico.

Flávio Paes/Região News

23 de Março de 2020 - 14:52

Após decreto, JBS vai liberar do trabalho mulheres grávidas, diabéticos, hipertensos e quem tem mais de 60 anos

A unidade de Sidrolândia da JBS vai liberar do trabalho, com direito a remuneração, os funcionários com mais de 60 anos, hipertensos, diabéticos e mulheres gestantes, grupos considerados de risco para contrair o novo coronavirus. São algumas das medidas que integram o plano de contingência após decreto assinado pelo prefeito Marcelo Ascoli, que suspende por tempo interminado o funcionamento de várias outras atividades econômicas. A Seara, até sexta-feira, vai definir outras medidas para enfrentar este período tenso de pandemia mundial.

Representantes da empresa, dos avicultores e dos trabalhadores se reuniram na sede do Sindaves na manhã de hoje. Os trabalhadores diabéticos e hipertensos terão de apresentar no setor de recursos humanos atestado médico ou a carteirinha da unidade básica de saúde onde fazem acompanhamento médico.

Os trabalhadores que estiverem com febre serão encaminhados para passar pelo médico. No caso do transporte coletivo será limitado a 20 o número de passageiros por ônibus para garantir a distância mínima de 1,5 metro entre uma pessoa e outra. A mesma regra será aplicada no embarque e desembarque; na hora de bater o ponto (na entrada e saída); no ambiente de trabalho e no refeitório, para evitar grandes aglomerações.