Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 20 de Setembro de 2020

Sidrolândia

Bombeiro envolvido em acidente foi levado para fazer tomografia em Campo Grande

O exame foi solicitado pela médica plantonista que o atendeu no Hospital Elmiria Silvério Barbosa por precaução.

Flávio Paes/Região News

17 de Dezembro de 2019 - 09:52

O bombeiro militar Heverton Jean Rocha Pontes, 30 anos, ferido no acidente em que morreu seu colega de corporação, Jocimar Carlos de Oliveira, foi levado no final da tarde de ontem para Campo Grande para fazer uma tomografia. O exame foi solicitado pela médica plantonista que o atendeu no Hospital Elmiria Silvério Barbosa por precaução, já que em princípio fisicamente o acidente não deixou nele nenhuma sequela mais grave.

Assim como toda a corporação e a própria equipe do hospital, onde rotineiramente ele e Jocimar levavam pessoas socorridas pelas unidades de resgate em que estavam trabalhando, Heverton está muito abalado com a perda do amigo que dirigia a viatura atingida por um caminhão-tanque, que vinha atrás, quando manobrava para fazer uma conversão à esquerda e entrar no acesso ao Assentamento Capão Bonito, onde atenderiam uma pessoa vítima de mal súbito. Na hora do acidente chovia, dificultando a visibilidade. Provavelmente Jocimar não viu o caminhão que bateu exatamente no lado onde estava, a porta do motorista.

A Polícia Rodoviária Estadual confirmou que o acidente ocorrido ontem à tarde a 28 quilômetros do perímetro urbana, na MS-162 (saída para Maracaju) foi causado durante uma tentativa de conversão. Segundo informações do boletim de ocorrência, a viatura seguia sentido a cidade de Maracaju, quando na entrada do travessão principal de acesso ao Capão Bonito foi para o acostamento e, ao retornar para a pista para tentar fazer uma conversão à esquerda, foi atingida por um caminhão. Com a colisão, Jocimar morreu na hora.

O militar Heverton Jean Rocha Pontes, 30 anos, que também estava na viatura, ficou preso às ferragens. Ele foi socorrido e encaminhado ao Hospital de Sidrolândia e, depois, transferido para a Santa Casa de Campo Grande.

Jocimar morava em Anastácio, mas era lotado no 18º Subgrupamento de Bombeiros Militar Independente na cidade de Sidrolândia. Em princípio a ocorrência no assentamento era para ser atendida pelo SAMU, mas segundo informações, como a viatura indicada para trajetos em estradas rurais está parada na oficina, os bombeiros foram acionados para atender ao chamado.