Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 30 de Outubro de 2020

Sidrolândia

Cidade encoberta de fumaça gerada por focos de queimadas; chuva deve chegar no sábado

A combinação de estiagem prolongada, alta temperatura (38°C à sombra) e baixa umidade (12%) por si só já proporciona uma sensação climática pouco agradável.

Flávio Paes/Região News

17 de Setembro de 2020 - 17:39

Sidrolândia em tom cinzento. Foto: Marcos Tomé/Região News

A combinação de estiagem prolongada, alta temperatura (38°C à sombra) e baixa umidade (12%) por si só já proporciona uma sensação climática pouco agradável. A fumaça gerada pelas queimadas na zona rural está “migrando” para a zona urbana, que durante boa parte desta quinta-feira deixou a cidade envolvida num tom cinzento.

Conforme a Meteorologia esta situação vai persistir pelo menos até sábado, quando deve chover à tarde e à noite. A partir do dia 21, na virada da estação, vai chover com mais intensidade. Segundo balanço do Corpo Bombeiros, só na numa semana foram atendidas sete ocorrências de queimadas.

Na última terça-feira, a guarnição trabalhou das 15h30 às 19 horas para combater e controlar o incêndio numa área de mata perto do Bairro Cascatinha. Quem mora nas residências mais lindeiras aos extremos do perímetro urbano sofre mais com a fuligem. É   o caso de dona Paula da Silva, de 38 anos,  residente no Jardim do Sul.

Ela conta que em decorrência da sujeira, tem se obrigado a limpar a casa ao menos duas vezes ao dia. “Olha, sinceramente não está sendo fácil suportar o calorão, poeira da rua devido as obras de esgoto e pra ajudar, agora tem a fuligem. Final de tarde minha varanda fica preta do resíduo das queimadas”, conta.