Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 25 de Setembro de 2020

Sidrolândia

Coamo rateia R$ 361 milhões de sobras do ano de 2019 entre seus cooperados

Os produtores comemoram os resultados positivos apresentados pela Coamo, que é a maior cooperativa da América Latina.

Gildo Tavares/Região News

02 de Fevereiro de 2020 - 19:50

Coamo rateia R$ 361 milhões de sobras do ano de 2019 entre seus cooperados

Com R$ 13,9 bi de faturamento em 2019, a Coamo Cooperativa Agroindustrial vai ratear entre seus associados R$ 361 milhões. Deste total, R$ 100 milhões foram divididos em dezembro do ano passado e o restante, R$ 261 milhões serão rateados no próximo dia 11 de fevereiro. Fundada no dia 28 de novembro de 1970, a Coamo mantém da tradição, desde 1971, fazer esta distribuição das sobras do exercício entre seus cooperados.

A notícia do rateio deste ano foi repassada pelo Diretor-Presidente da Cooperativa, o engenheiro agrônomo José Aroldo Galassini, em encontro com produtores rurais e autoridades de Sidrolândia. “Já demos uma antecipação em dezembro de R$ 100 milhões, e agora será distribuído na conta dos cooperados o rateio de R$ 261 milhões. É um valor muito alto, ninguém faz isso", destaca.

Os produtores comemoram os resultados positivos apresentados pela Coamo, que é a maior cooperativa da América Latina, e já pensam em ampliar a movimentação comercial junto à empresa.

"Hoje minha movimentação com a Coamo gira em torno de 30%, mas pelos resultados apresentados, a tendência é aumentar este índice", disse o produtor cooperado Coamo, Antenor Carissimi.

Para o presidente da Coamo de Sidrolândia, Walmir Ritter, a Cooperativa atingiu marcas surpreendentes em função do tripé que ela representa, que é composto pelos funcionários, pela diretoria e pelos cooperados e defende que se todos andarem juntos com o mesmo objetivo, os resultados são de ganho para todos.

Para continuar conquistando resultados surpreendentes, o diretor-presidente, José Aroldo Galassini, informou durante o evento que mudanças serão implementadas na Coamo, com a criação do Conselho de Administração, da qual será presidente e a função de presidente executivo será criada.

"A reestruturação da administração da Coamo vai acontecer a partir do dia 10 de fevereiro com a eleição da diretoria e terá um Conselho de Administração, com um presidente que vai ficar em tempo integral na Cooperativa e que vai comandar a diretoria, responsável por administrar a cooperativa, coordenados pelo presidente, que vai cobrar os resultados", falou Galassini.

O cargo de Presidente Executivo será ocupado por Airton Galinari que trabalha há 32 anos na Coamo e passou por diversos setores da Cooperativa. "É uma honra assumir este novo cargo. Trabalho há 32 anos na Cooperativa e já passei por vários setores, e isso me credenciou para assumir este novo desafio e tenho certeza que teremos sucesso nesta condução", comentou.

A Coamo é a maior cooperativa agrícola da América Latina e uma das maiores do mundo, aponta o ranking da Aliança Cooperativa Internacional (ACI), que tem apenas cinco cooperativas brasileiras entre as 300 maiores do mundo.

A empresa nasceu do sonho de 79 agricultores, na busca de uma vida melhor para suas famílias e, hoje, é a realidade de milhares de pessoas que acreditam no cooperativismo e na força do trabalho em conjunto.

Com R$ 13.969 bilhões de faturamento em 2019, Coamo fará rateio de R$ 361 milhões em sobras

A cooperativa Coamo Agroindustrial, fará rateio de R$ 361 milhões entre os cooperados no próximo dia 11 de fevereiro. Veja

Publicado por Regiao News em Sexta-feira, 31 de janeiro de 2020