Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 17 de Abril de 2024

Sidrolândia

Com a mãe a caminho do CPN, Chiara nasce de madrugada na BR-060

A sidrolandense Chiara tem pouco mais de 24 horas de vida e já se tornou uma celebridade estadual.

Redação/Região News

16 de Outubro de 2022 - 20:13

Com a mãe a caminho do CPN, Chiara nasce de madrugada na BR-060
A Mãe Leidiane Barros e Chiara. Foto: Divulgação

A sidrolandense Chiara tem pouco mais de 24 horas de vida e já se tornou uma celebridade estadual, tema de matérias dos principais portais de notícias do Estado. Ela veio ao mundo com 49 centímetros, pesando 3,260 kg, às 5h50 madrugada de sexta-feira, dentro do carro dos pais, em plena BR-060, vindo de Guia Lopes da Laguna com destino a Sidrolândia, onde a mãe, Leidiane Barros, de 22 anos, faria o parto no Centro de Parto Normal do Hospital Elmíria Silvério Barbosa.

Na quinta (13), por volta das 21 horas, Leidiane Barros, começou a sentir as contrações em casa. Por volta da 00h00 ela e o marido Wesley Corrêa, de 27 anos, foram até o hospital de Guia Lopes certificar o andamento, pois o intuito do casal era ter o segundo filho no Centro de Parto Natural. Queriam saber como estava a evolução do parto.

"Sem nada de dilatação, esperamos até as 4 horas da manhã em casa. Quando as contrações se ritmaram e ficaram muito doloridas, pegamos a estrada para Sidrolândia às 5 da manhã. Chegando próximo à Serra de Maracaju, a bolsa se rompeu e a evolução do parto foi ficando mais rápida", relata Leidiane.

Às 5h40 da manhã, antes do dia amanhecer por completo, a bolsa de Leidiane estourou, às 5h50, Chiara resolveu nascer. "A fase final, expulsiva, começou. Decidimos não parar o carro, pois achamos perigoso parar na Serra, e então ela nasceu no banco do carona com o carro em movimento. O pai dirigiu com uma mão e segurou a bebê com outra. Pura emoção!", detalha a autônoma.

Wesley Corrêa recorda os momentos de tensão. "Tinha medo de que a Chiara caísse, mas mantive a calma e consegui fazer com que ela deitasse no banco do carro. Em seguida, minha esposa já pegou ela", relembra. Assim que a bebê veio ao mundo, em meio a tanta emoção, o casal continuou a viagem até chegar ao Centro de Parto Normal (CPN). "Fomos super bem atendidos como sempre, nossa filha está bem graças a Deus. Pedimos a intercessão de Nossa Senhora do Bom Parto, que temos a certeza que cuidou de nossa família no caminho", revela a mãe.

Wesley fez questão de cortar o cordão umbilical da filha. "Escolhemos esse nome por devoção à Beata Chiara Luce, uma jovem italiana que está em processo de beatificação pela Igreja Católica e, desde o namoro, falávamos que se tivéssemos uma menina ela se chamaria Chiara", informa.

Chiara e a mãe passaram em observação no Centro de Parto Natural e tiveram alta poucas horas depois.