Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 20 de Setembro de 2020

Sidrolândia

Com R$ 423 mil para cultura, socorro federal para Sidrolândia vai passar de R$ 11,6 milhões

A cidade vai receber em quatro parcelas R$ 9.559.451,90, sendo R$ 836 mil carimbados para Saúde (90%) e Assistência Social (10%).

Flávio Paes/Região News

05 de Julho de 2020 - 19:58

Com R$ 423 mil para cultura, socorro federal para Sidrolândia vai passar de R$ 11,6 milhões

A Prefeitura de Sidrolândia vai receber nesta semana R$ 2.393.000,00 a segunda parcela do auxílio emergencial do Governo Federal para compensar a perda de receita com a pandemia do Covid-19.

A cidade vai receber em quatro parcelas R$ 9.559.451,90, sendo R$ 836 mil carimbados para Saúde (90%) e Assistência Social (10%). Até agora as ações de combate ao novo coronavírus já custaram R$ 2.213.117,17, considerando os empenhados, tendo sido pagos até agora, R$ 1.609.736,47.

Somando todos as compensações a cidade vai receber R$ 11.187.898,41, o que corresponde a 40% da receita própria do município com impostos e taxas neste ano, estimada em R$ 25 milhões. Neste montante estão incluídos R$ 423.451,30, que serão liberados para socorrer o setor cultural.

Na terça-feira a Secretaria do Tesouro Nacional libera a quarta parcela, R$ 563.030,01, da compensação para mitigar a redução do repasse de FPM (Fundo de Participação dos Municípios) de junho em relação ao mesmo período de 2019. Com este repasse, a Prefeitura somará um crédito extra de R$ 1.628.321,51, que começou a ser pago em abril, quando houve a liberação de R$ 175.173,45; em maio, foram mais R$ 159.979,31 em junho, R$ 759.130,73.

Com este reforço financeiro a Prefeitura, vai colocar em dia a dívida com o Previlândia (R$ 750 mil), precatórios (R$ 300 mil) provisionar o 13º do funcionalismo e tem feito investimentos em obras públicas. Vai investir R$ 1,2 milhão nas obras de pavimentação do Bairro Diva Nantes, concluir com recursos próprios a creche do Sidrolar (quase R$ 400 mil), contratar os projetos executivos do Avançar Cidades e do acesso ao Frigorífico Balbinos pela MS-162.