Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 2 de Dezembro de 2021

Sidrolândia

Com vendaval, 14 telhas do quartel da PM ‘voam’ e foi preciso improvisar com lona

No vendaval que por 20 minutos varreu Sidrolândia nesta sexta-feira, 14 telhas de amianto do prédio e mais 6 capas de cumeeira literalmente voaram.

Redação/Região News

16 de Outubro de 2021 - 10:23

Com vendaval, 14 telhas do quartel da PM ‘voam’ e foi preciso improvisar com lona
14 telhas de amianto do prédio e mais 6 capas de cumeeira literalmente voaram. Foto: Divulgação

Pelo menos até segunda-feira boa parte do quartel da 8ª Companhia Independente da Polícia Militar, vai ficar com uma cobertura improvisada, 64 metros de lona. No vendaval que por 20 minutos varreu Sidrolândia nesta sexta-feira, 14 telhas de amianto do prédio e mais 6 capas de cumeeira literalmente voaram. Ficaram ao relento a recepção dentre outras espaços do prédio que alagaram.

O Conselho Comunitário de Segurança já se mobiliza para comprar as telhas, mas é preciso um período de estiagem para o serviço ser feito com segurança.

Com vendaval, 14 telhas do quartel da PM ‘voam’ e foi preciso improvisar com lona
Um cipreste plantado no pátio da Escola Municipal Olinda de Brito de Souza caiu sobre o muro.

O vendaval que atingiu mais de 100 quilômetros por hora, destelhou pelo menos 80 casas, derrubou muros, fachada de lojas, além da queda de dezenas de árvores. Muitas delas caíram sobre a rede de energia elétrica, provocando a explosão de transformadores. Um cipreste plantado no pátio da Escola Municipal Olinda de Brito de Souza caiu sobre o muro.