Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 28 de Setembro de 2020

Sidrolândia

Energisa cadastra 187 famílias no Capão Seco e em 20 dias começa ligações

No sábado, 187 pessoas fizeram o cadastramento, número superior ao de habitantes no núcleo (125).

Flávio Paes/Região News

19 de Janeiro de 2020 - 21:53

Energisa cadastra 187 famílias no Capão Seco e em 20 dias começa ligações

A Energisa terá de voltar ao distrito de Capão Seco para concluir o cadastramento das famílias da agrovila onde está sendo instalada a rede de energia elétrica. No sábado, 187 pessoas fizeram o cadastramento, número superior ao de habitantes no núcleo (125), bem abaixo dos 560 lotes em que os 40 hectares foram divididos.

As pessoas tiveram que fazer até três cadastros, um para pedir ligação com especificação do padrão, outro do financiamento do padrão (exclusivo para as ligações monofásicas) e o terceiro, para solicitar a tarifa social. A distribuidora de energia vai instalar os padrões monofásicos, que custam R$ 520,00, com pagamento em 24 parcelas de R$ 21,00.

Segundo o presidente da Associação da Agrovila, Claudio Moreira, no ritmo atual de implantação da rede, em 20 dias começa a instalação dos primeiros padrões monofásicos que estão montados no canteiro de obras.

O assentado Fernando Nascimento, 83 anos, só está esperando a chegada da luz para se mudar. A casa, onde planeja morar com a filha, está pronta, falta apenas colocar portas e 2 janelas. Ele crítica o fato de muita gente de fora do assentamento ter conseguido lotes na agrovila. Muitos filhos de assentados que moravam em outras cidades estão morando no núcleo.

O vereador Edno Ribas, que há 4 anos, quando as famílias entraram na área e se organizaram numa associação para criar a agrovila, esteve no Capão Seco acompanhando o cadastramento. Segundo ele, em fevereiro começa a implantação da rede de abastecimento de água, com reservatório, poço e ligações domiciliares.