Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 20 de Janeiro de 2022

Sidrolândia

Estado vai recapear da MS-162 até o Quebra Coco e asfaltar estrada da Serra da Urca

Segundo Reinaldo Azambuja, o recapeamento da MS-162 já em andamento no trecho entre Sidrolândia e Maracaju, será estendido a Quebra Coco.

Redação/Região News

08 de Outubro de 2021 - 07:30

Estado vai recapear da MS-162 até o Quebra Coco e asfaltar estrada da Serra da Urca
 Governador Reinaldo Azambuja durante passagem a Sidrolândia nesta quinta-feira. Foto: Marco Tomé/RN

O Governo do Estado vai estender o recapeamento da MS-162 até o Distrito de Quebra Coco. O anúncio foi feito pelo próprio governador Reinaldo Azambuja que participou nesta quinta-feira (7) em Sidrolândia de duas agendas de trabalho para entrega de obras, repasse de recursos e entrega simbólica de cartões do programa de transferência de renda Mais Social, escrituras a mutuários da Agehab e do extinto Previsul.

Segundo Reinaldo Azambuja, o recapeamento da MS-162 já em andamento no trecho entre Sidrolândia e Maracaju, será estendido a Quebra Coco, a pedido da prefeita Vanda Camilo e do deputado Gerson Claro. A estrada serve de ligação ao município de Dois Irmãos do Buriti.

Outra obra viária em Sidrolândia é a pavimentação de 9,1 km de uma estrada vicinal que atenderá a região da Serra da Urca, entre a BR-060 (perto do Bolicho Seco) até a região da serra. No próximo dia 15 serão abertas as propostas das empresas participantes da concorrência pública.

Estado vai recapear da MS-162 até o Quebra Coco e asfaltar estrada da Serra da Urca
Inicio da Serra da Urca. Foto: Marco Tomé/RN

A estrada é via de acesso a uma região produtora do município, aviários e projetos para criação de suínos. Pela estrada é possível chegar ao Quebra Coco e há ramais para chegar a Terenos e Campo Grande, na altura da estação de gás natural - TBG. "Esta obra é uma necessidade para garantir o tráfego o ano inteiro. Quando chove, a passagem no trecho da serra fica perigoso, as carretas derrapam, com risco de despencarem lá embaixo", avalia o produtor rural, Antônio Marcato, que tem propriedade na região, onde mantém aviários.

O presidente do Sindicato Rural, Paulo Stefanello, considera a obra estratégica para expansão da atividade econômica desta região que tem grande potencial agrícola.

Outras obras

Além desta estrada vicinal há outros projetos de pavimentação que vão melhorar as condições de escoamento da produção. Está em andamento, na etapa de terraplanagem, o projeto de pavimentação do trecho complementar da MS-258, trecho de 28 km entre o distrito Capão Seco e a BR-163, já na altura do município de Nova Alvorada do Sul.

Também está previsto o asfaltamento dos 25 km do acesso ao Assentamento Capão Bonito pela MS-162. Na mesma estrada será pavimentado o acesso a futura unidade de produção de leitões da Cooperativa Alfa.