Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 1 de Outubro de 2020

Sidrolândia

Gerson vai propor inclusão do asfalto do acesso ao Capão Bonito no planejamento do Fundersul

Nesta visita o deputado saiu da MS-162, na altura do Bar do Antônio Garão e foi até o lote do Patinho na MS-455.

Flávio Paes/Região News

19 de Junho de 2020 - 10:55

Gerson vai propor inclusão do asfalto do acesso ao Capão Bonito no planejamento do Fundersul

O deputado estadual Gerson Claro (PP) vai propor a inclusão no planejamento de obras do Fundersul, a pavimentação do acesso ao Núcleo Urbano do Assentamento Capão Bonito 1, a partir da MS-162, trecho da rodovia estadual que liga Sidrolândia a Maracaju.

Nesta quinta-feira o deputado esteve na região, acompanhado de um engenheiro da Agesul, percorrendo o trajeto da estrada vicinal que se estende por 13 quilômetros, que atende outros seis assentamentos, onde moram 1.355 famílias, além de várias propriedades rurais, onde há grande produção.

Nesta visita o deputado saiu da MS-162, na altura do Bar do Antônio Garão e foi até o lote do Patinho na MS-455, estrada da Gameleira. Este é o destino final do projeto rodoviário que Gerson considera estratégico para criar a médio prazo uma alternativa as rodovias federais (163 e 060) para escoamento da produção e acesso a Campo Grande.

“O primeiro passo é contratar o projeto executivo deste trecho inicial. Num segundo momento, vamos buscar viabilizar o trecho complementar de 13 km, do Capão Bonito 1 até o Capão Bonito 2 e daí a MS-455 que também dá acesso a Usina Passa Tempo, em Rio Brilhante e Nova Alvorada do Sul”.

Na avaliação do deputado, a pavimentação do acesso ao Capão Bonito é o primeiro passo para o Governo do Estado inserir no seu planejamento estratégico a MS-455 como uma rota alternativa de acesso a Campo Grande, para quem mora em Nova Alvorada do Sul, Rio Brilhante e Maracaju. Com a pavimentação da MS-258 (ligação entre as rodovias 163 e 060), a Estrada da Gameleira será um braço importante desta malha viária alternativa às estradas federais.

Para o presidente do Sindicato Rural de Sidrolândia, Paulo Stefanello, a pavimentação destas estradas vicinais e da MS-455, seria importante para o desenvolvimento desta região que além de grãos, pode ser uma alternativa para estimular a produção de hortigranjeiros para abastecer Campo Grande.