Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 16 de Outubro de 2021

Sidrolândia

Governo atende mobilização da sociedade e reforça Polícia Civil com 2 investigadores

Atualmente a 8ª Companhia Independente da Polícia Militar só tem 23 policiais, o que na prática, reduz a metade o efetivo.

Redação/Região News

24 de Setembro de 2021 - 09:38

Governo atende mobilização da sociedade e reforça Polícia Civil com 2 investigadores
Reunião dos poderes, forças policiais e representantes da sociedade. Foto: Leoni Marcos/RN

Menos de duas semanas depois, a reunião dos poderes, forças policiais e representantes da sociedade, juntos no clamor por mais segurança, começa a surtir resultado. A edição desta sexta-feira (24) do Diário Oficial trouxe a remoção de Rochedo para Sidrolândia de dois investigadores da Polícia Civil.

Segundo o deputado estadual Gerson Claro, que participou daquela reunião, ele esteve pessoalmente com o governador Reinaldo Azambuja, quando relatou as dificuldades e enfrentadas pelas forças de segurança e que foram endossadas pelo Ministério Público e o juiz da Vara de Execução Penal, Cláudio Muller Pareja.

Governo atende mobilização da sociedade e reforça Polícia Civil com 2 investigadores
Deputado estadual Gerson Claro

“A vinda dos dois investigadores, foi o primeiro passo. Nos próximos dias teremos novidades em relação a Polícia Militar também”, Gerson Claro.

Atualmente a 8ª Companhia Independente da Polícia Militar só tem 23 policiais, o que na prática, reduz a metade o efetivo que está diariamente nas ruas, por causa da escala de serviços e eventuais afastamentos por licença médica ou férias. A Prefeitura reformou o posto policial do Quebra Coco, que só será ativado quando vier reforços.

O delegado Diego Dantas avalia que a vinda dos dois investigadores representa um significativo avanço nas condições de trabalho. Atualmente a Delegacia dispõe de dois agentes, que se desdobram no trabalho de investigação, prisão e condução coercitiva, em atendimento a decisões judiciais, além de servirem de testemunhas nos casos em que trabalharam.

A mobilização por reforço das polícias Civil e Militar, conta com o Conselho Comunitário de Segurança, prefeita Vanda Camilo, além da Câmara Municipal, em especial dos vereadores Joana Michalski e Adavilton Brandão. Eles estão engajados com o Conselho para levar recursos junto a empresários e produtores rurais, que garantam pelo menos o início das obras de reforma e ampliação do quartel da PM.O Legislativo contribuiu com o repasse de R$ 50 mil.