Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 30 de Setembro de 2020

Sidrolândia

Homologado em convenção, Enelvo Felini vai disputar a prefeitura pela 6ª vez

O Partido Progressista indicou o candidato a vice-prefeito da chapa majoritária, advogado Kennedi Mitrioni Forgiarini.

Marcos Tomé

16 de Setembro de 2020 - 19:33

Enelvo Felini e Kennedi Forgiarini são homologados candidatos a prefeito e vice, respectivamente. Foto: Marco Tomé

Os convencionais do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), homologaram o nome do ex-prefeito Enelvo Iradi Felini, até então, pré-candidato a prefeito, para disputar pela 6ª vez a chefia do Poder Executivo do munícipio de Sidrolândia, cidade com quase 60 mil habitantes.

Enelvo Felini e Kennedi Forgiarini. Foto: Marco Tomé

Simpatizantes e correligionários políticos lotam as dependências do plenário Adenildo Amaral Lacerda na Câmara de Vereadores para acompanhar a solenidade que homologou também a chapa de vereadores do PSDB e partidos aliados. O Partido Progressista indicou o candidato a vice-prefeito da chapa majoritária, advogado Kennedi Mitrioni Forgiarini.

O primeiro a discursar na abertura do evento tucano, a pedido de Enelvo que interrompeu o cerimonial, foi o ex-deputado do PT, Amarildo Cruz, que estava em meio da plateia. Amarildo enalteceu o perfil de gestor de Felini, tomando como base sua atuação frente a Agraer - Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural.

“O Partido dos Trabalhadores não tem candidato a prefeito Enelvo. Estou aqui juntamente com meus companheiros de legenda, Wanderlei Barbosa entre outros, para dizer que apoiamos este projeto”, discursou. O PT, aliado do prefeito Marcelo Ascoli de primeira hora, com a desistência do prefeito de disputar e eleição, decidiu em convenção na manhã de hoje, manter a chapa de vereadores e não coligar na majoritária.

Figura emblemática no palanque formada por Enelvo e partidos aliados, o deputado estadual Gerson Claro, vice-presidente regional do PP, foi enfático ao afirmar que as “diferenças politicas” com o prefeitável tucano foram superadas. “O respeito é a base da vida. Tivemos nossas diferenças sim, mas sempre numa tratativa de respeito”, disse o deputado.

Em sua avaliação, o ex-prefeito reúne os ingredientes necessários que a gestão pública exige. “Minha postura sempre será pautada no trabalho. Não precisa falar do adversário, basta mostrar seu resultado Enelvo. As pessoas te conhecem e sabe de sua capacidade”, doutrinou.

Deputado estadual Gerson Claro. Foto: Marco Tomé

Gerson se emocionou a lembrar da história política de Sidrolândia, de quando era professor e ensinava aos alunos que só a educação poderia garantir a elas um futuro promissor. “Política não é profissão. Faço politica porque tenho vocação, esta no sangue. Vou me dedicar para que este projeto seja vitorioso”, concluiu.

Enelvo foi prefeito de Sidrolândia entre os anos de 1997 e 2004. Em 1992 disputou pela primeira a prefeitura. Em 2008 e 2012 o ex-prefeito tentou voltar ao Poder, sendo eleito em 2012, mas foi impedido de assumir o cargo por decisão do TSE. O agora candidato, tem até dia 26 para registrar a chapa na Justiça Eleitoral.