Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 22 de Fevereiro de 2024

Sidrolândia

Hospital começa receber equipamentos que vão ampliar capacidade de atendimento

Já estão no hospital duas novas UTI móveis, fundamentais para o translado até Campo Grande de pacientes em estado grave.

Redação/Região News

11 de Novembro de 2022 - 16:46

Hospital começa receber equipamentos que vão ampliar capacidade de atendimento
Repasse para novos equipamentos e UTI moveis ao Hospital Elmíria Silvério Barbosa. Foto: Lucas Martins/RN.

O Hospital Elmíria Silvério Barbosa começa a receber alguns dos equipamentos que foram adquiridos em parceria com o Governo do Estado, um investimento de R$ 7,4 milhões. Já estão no hospital duas novas UTI móveis, fundamentais para o translado até Campo Grande de pacientes em estado grave.

Encontram-se encaixotados e nos próximos dias começam a ser instalados, dois aparelhos de ultrassonografia, o mamógrafo, e na próxima semana chegam o arco cirúrgico e a torre de vídeo que vão estruturar o hospital para cirurgias ortopédicas e implantação de marca-passo. Segundo o ortopedista Fernando Rondon, que junto com o cardiologista Sérgio Campos, orientou a diretoria da entidade na escolha dos equipamentos, o arco e a torre de vídeo vão ajudar os procedimentos de outras especialidades médicas, inclusive a ginecologia obstétrica.

A torre, além de permitir cirurgias por vídeo do joelho, ombro e luxações, da sua especialidade, será um recurso disponível para os cirurgiões fazerem sem necessidade de corte procedimentos como os de vesícula e hérnia, beneficiando os pacientes que terão uma recuperação mais rápida com o uso da técnica laparoscópica. O presidente da entidade mantenedora, Jacob Breure, acredita que a chegada dos novos equipamentos, o hospital caminhará em médio prazo para se tornar uma referência na alta complexidade, ajudando a desafogar a demanda por atendimento em Campo Grande.

"Pela proximidade da cidade com a Capital, o hospital se encaixa no projeto do governador eleito Eduardo Riedel, de interiorizar a saúde", avalia Jacob. A prefeita Vanda Camilo (PP) intercedeu junto ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB) para viabilizar a parceria que garantiu os investimentos na compra de equipamentos. "Temos compromisso em garantir à população a melhor estrutura de saúde passível", destaca a prefeita.

Para chegar neste estágio será necessário investir em UTI e na contratação de equipe especializada. Jacob acredita que em janeiro seja possível atender a demanda de cirurgias dos pacientes particulares e dos planos de saúde residentes em Sidrolândia e municípios vizinhos. "Isto vai ser importante para garantir mais receita ao hospital além dos recursos do SUS", avalia. O cardiologista Sérgio Ocampos, avalia que enquanto o hospital não consegue habilitação do SUS para a alta complexidade (hoje é credenciado para média complexidade), com os novos equipamentos o Elmiria Silvério Barbosa poderá firmar parceria com o Estado para fazer mutirões de cirurgias eletivas.

Hospital começa receber equipamentos que vão ampliar capacidade de atendimento
Diretora administrativa Roseli Correia. Foto: Lucas Martins/RN.

A diretora administrativa, Roseli Correia, detalhou ao RN a relação de equipamentos que inclui desde duas macas cirúrgicas, aparelhos endoscopia e colonoscopia até suportes de soro, mesa de cabeceira, poltronas de acompanhantes e escadas para o paciente subir na cama. Ela explica que a instalação dos equipamentos mais sofisticados, seguem um protocolo para que se preserve os dois anos de garantia. O trabalho é feito por técnicos dos fornecedores, os funcionários serão treinados para operá-los e haverá adequações dos espaços físicos às normas do Ministério da Saúde.

Saiba mais:

O que é a torre de vídeo?

A torre é composta por um conjunto de equipamentos utilizados para visualização de órgãos ou cavidade corporais com o uso de uma câmera de vídeo acoplada a um sistema ótico. Permite realizar cirurgias laparoscópicas nas mais diversas especialidades cirúrgicas.

Arco Cirúrgico 

O arco cirúrgico é formado por arcos montados sobre rodas, tubos de raio-X, colimador, painel de comando, intensificador de imagens e sistema de monitores com suporte móvel. Esse equipamento permite a produção de imagens em tempo real com até milhares de tons cinza através de geração de imagens digitais. Eles são normalmente utilizados em cirurgias em geral, urologia, ortopedia, vasculares, implantes de marcapasso, entre outros procedimentos.