Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 18 de Janeiro de 2021

Sidrolândia

Impasse sobre conexão de esgoto para há 5 meses asfalto em duas ruas do Pindorama

Flávio Paes/Região News

25 de Novembro de 2020 - 15:51

A obra começou em fevereiro, mas está parada há 5 meses. Foto: Divulgação

A Agesul (Agência Estadual de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul) determinou a paralisação da pavimentação das ruas Pedro Celestino e César Neto de Menezes no Jardim Pindorama por 150 dias a contar do último dia 1º de novembro. São duas ruas curtas, 250 metros de extensão, entre a Leôncio de Souza Brito e a Prudente de Moraes. A obra começou em fevereiro, mas está parada há 5 meses porque seis moradores não fizeram a conexão das suas casas à rede de esgoto, mantiveram as fossas sépticas (algumas construídas na calçada).

Segundo o representante da Trento Engenharia, empresa responsável pela obra, as fossas não atrapalhariam a aplicação da capa asfáltica, mas a Agesul, por imposição da Caixa Econômica Federal, condiciona a continuidade da obra, a conexão das casas à rede de esgoto e que as fossas sejam aterradas. Diante do aparente desinteresse dos moradores para resolver o impasse, o próprio engenheiro da empreiteira esteve no bairro e falou com os moradores, mas alguns ignoraram.

Um deles, residente na Rua Cesar Neto de Menezes, entrevistado pela reportagem, mas que pediu para ter sua identidade preservada, deixa claro: mantém a fossa ativa, não fez a conexão à rede de esgoto, porque não tem aproximadamente R$ 1 mil para comprar o material (encanamento, válvula) e pagar a mão de obra dos serviços necessários.

Uma vizinha deste morador, juntou as economias e fez a conexão na expectativa de que o asfalto passe em frente da casa dela e consiga retomar a produção e venda de bolo, sua principal fonte de renda. “Com a poeira na estiagem e o barro, quando chove, fica difícil trabalhar”, constata. Ela conta com a compreensão dos vizinhos para que o impasse seja resolvido. "O asfalto melhora a qualidade de vida, valoriza as casas", observa.

A pavimentação de três ruas no Jardim Pindorama (Osvaldo Pereira de Brito, Pedro Celestino e César Neto de Menezes,) se arrasta desde 2018. No ano anterior, os deputados Zeca do PT e Vander Loubet destinaram duas emendas parlamentares no valor de R$ 700 mil para execução da obra que o Governo dividiu em duas licitações. Ano passado foi feito o asfalto da Osvaldo Pereira, ao custo de R$ 246.243,00. Em janeiro foi homologada a licitação do asfalto na Pedro Celestino e na Cesar Neto de Menezes, ao custo de R$ 466.868,00.

*Matéria atualizada para acréscimo de informações.