Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 14 de Abril de 2021

Sidrolândia

Mesas para assistir Patrícia e Adriana no Brasetto Restaurante estão esgotadas

Crislaine Jara/Região News

25 de Novembro de 2020 - 16:48

Mesas para assistir Patrícia e Adriana no Brasetto Restaurante estão esgotadas
Dupla sertaneja Patrícia e Adriana. Foto: Divulgação

As reservas para as mesas, para assistir há apresentação da dupla sertaneja Patrícia e Adriana, se esgotaram nesta quarta-feira (25). O evento está programado para a próxima sexta-feira (27) no Brasetto Restaurante.

O repertório deve contar com alguns sucessos da dupla como “Aprendi a esperar”, “Te esquecer é impossível”, além da nova aposta “É o que me cura”. O endereço surpreendente para quem curte uma boa gastronomia e entretenimento fica na Avenida Dorvalino dos Santos, saída para Maracaju, anexo ao Auto Posto Global.

Trajetória

Irmãs, nascidas no Mato Grosso do Sul, começaram a cantar ainda crianças. A dupla começou a atuar profissionalmente em 1999 seguindo o estilo sertanejo-romântico. Adriana também é compositora. Cantaram em bares e festas na noite sul mato-grossense e começaram a ganhar admiradores. A primeira gravação da dupla foi numa coletânea local feita pela gravadora Pantanal Discos, na qual interpretaram a música "O mais fraco coração". Com essa gravação, o trabalho da dupla passou a ser divulgado em rádios locais e as irmãs tornaram-se mais conhecidas do público, que transformou essa música na mais pedida da coletânea.

Em 2001, a dupla gravou o primeiro CD solo, "Patrícia e Adriana - Acústico e ao vivo" que, em pouco tempo, alcançou a marca de 20 mil cópias vendidas no Mato Grosso do Sul. O destaque do CD foi a música "Tudo que vivo", uma versão da canção italiana "Le cose che vivi". Com o sucesso do disco, a dupla saiu em excursão e fez apresentações em vários estados brasileiros.

Em 2003, as irmãs gravaram o segundo CD "Patrícia e Adriana ao vivo - vol 2". Esse CD foi gravado durante dois shows em Campo Grande, capital sul-mato-grossense, pela Pantanal Discos. Além de composições no estilo sertanejo-romântico, gravaram também xotes como "O xote das Meninas", de Luiz Gonzaga e Zé Dantas; "Anunciação", de Alceu Valença e "Eu só quero um xodó", de Anastácia e Dominguinhos.

Gravaram também a música "Nos bailes da vida", de Milton Nascimento e "Si no te hubiera conocido", que ganhou uma nova versão de Adriana, além de fazerem um pot-pourri com as modas de viola "Alguém pra mim" e "Noite de tortura", de Chrystian e Ralf. Também foram incluídas no disco composições de alguns dos melhores compositores do Mato Grosso do Sul como Jerry Espíndola e Airo. Além das composições "Os sonhos que sonhei" e "Sua partida", de Adriana.