Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 22 de Fevereiro de 2024

Sidrolândia

Na BR-060 colisão resulta em 3 feridos e capotamento de Renault Duster

Além dos danos materiais nos dois veículos, com o impacto da batida, três pessoas ficaram feridas.

Marcos Tomé/RN

08 de Novembro de 2022 - 09:19

Na BR-060 colisão resulta em 3 feridos e capotamento de Renault Duster
Renault Duster que rodopiou na pista e capotou. Foto: Marcos Tomé/RN.

Guarnições do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar de Sidrolândia, foram mobilizadas na manhã desta terça-feira (8) para atender um grave acidente no km 412 da BR-060 a 3 quilômetros da Base Operacional da Polícia Rodoviária Federal. O Chevrolet Classic, placa DHV- 8874, de Dois Irmãos do Buriti, que vinha de Campo Grande, provavelmente invadiu a pista contrária e bateu lateralmente na Renault Duster, placa QUX8J03, que rodopiou na pista e capotou.

Além dos danos materiais nos dois veículos, com o impacto da batida, três pessoas ficaram feridas. O motorista do Classic, Altamir Ribeiro Rodrigues de aproximadamente, 55 anos, ficou preso às ferragens e para ser resgatado os bombeiros tiveram de usar um desencarcerador.

Ele foi encaminhado para atendimento no Hospital Elmiria Silvério Barbosa, que além de escoriações pelo corpo, fraturou uma das pernas e será transferido para Campo Grande. Os dois ocupantes da Duster, que seguia para Campo Grande, também foram levados para atendimento no hospital.

O Renault era conduzido por Leandro Quadros Marques que estava acompanhado, segundo informações apuradas no local, da mãe, dona Ivani Aparecida dos Santos. Segundo relato de Claudinei Pires da Silva, de 45 anos, que viajava no carona do Classic, ele veio em companhia do tio (que atua na construção civil) na execução de uma obra em Sidrolândia.

Na BR-060 colisão resulta em 3 feridos e capotamento de Renault Duster
O motorista do Classic, ficou preso às ferragens e os bombeiros tiveram de usar um desencarcerador. Foto: Marcos Tomé/RN

Conforme relatos obtidos pela reportagem no local do acidente, o motorista do veículo Chevrolet vinha em velocidade abaixo da média prevista para a rodovia (80 km/h) e possivelmente o motorista teria invadido a pista contrária, provocando o acidente, num instante em que cochilou no volante.