Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 4 de Março de 2024

Sidrolândia

Na reta final obras da UPL da Alfa que começará a receber equipamentos

Cooperativa Alfa está construindo desde o ano passado numa área de 323 hectares localizada na saída para Maracaju, a 1,5 km das margens da MS-162.

Redação/Região News

07 de Outubro de 2022 - 10:33

Na reta final obras da UPL da Alfa que começará a receber equipamentos
Obras da Unidade de Produção de Leitões (UPL). Foto: Marcos Tomé/RN

Estão praticamente concluídas as obras civis da Unidade de Produção de Leitões (UPL) que a Cooperativa Alfa está construindo desde o ano passado numa área de 323 hectares localizada na saída para Maracaju, a 1,5 km das margens da MS-162. Em entrevista ao Região News, o 1⁰ vice-presidente da Alfa, Cladis Jorge Furlanetto, afirmou que a construção está dentro do cronograma e ainda neste ano começará a instalação dos equipamentos.

A área já foi cercada somando uma extensão de 9 quilômetros. O projeto inclui a construção de 15 casas para os funcionários, estrutura administrativa (escritório, refeitório, garagem e área de higienização, a chamada formigação), além de uma área de lazer para os trabalhadores. Está em andamento a construção de seis galpões que alojarão 5 mil matrizes.

A previsão do vice-presidente é que a partir de junho de 2023 os galpões já estejam recebendo as 5 mil matrizes. Em março de 2024 começam a ser levados para as 46 pocilgas (granjas de suínos) leitões, já então com 23 kg, para engorda. As granjas terão capacidade para abrigar até 80 mil animais. Quando atingirem 127 kg, os suínos vão para o abate no frigorífico da Cooperativa Aurora em São Gabriel do Oeste. Os 20 produtores integrados são responsáveis pelo investimento na construção das pocilgas, enquanto a cooperativa vai custear a alimentação e os medicamentos dos animais.

Cada granja terá capacidade para engordar 1.512 leitões. Só na UPL o investimento previsto é de R$ 150 milhões, valor que não computa o que os produtores integrados investirão nas granjas.